NOTÍCIAS
27/01/2015 15:50 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Imagens antigas mostram o horror vivido pelos prisioneiros no campo de concentração de Auschwitz

Maior campo de concentração estabelecido pelos alemães durante a 2ª guerra, Auschwitz é atualmente parte de um museu que recebe milhares de visitantes durante o ano.

O Auschwitz-Birkenau State Museum foi criado em julho de 1947, a partir de uma decisão do parlamento da Polônia, onde está localizado. Com uma área de 191 hectares, o espaço abriga partes do que foi o complexo de campos de concentração, que incluía Auschwitz 1, 2 e 3, além de 39 campos auxiliares, usados pela indústria alemã para produção militar, metalúrgica e mineradora.

Os visitantes se deparam, entre outras coisas, com os locais onde funcionavam as câmaras de gás e o crematório. Em 1979, o campo de concentração de Auschwitz foi incluído pela Unesco na lista do Patrimônio Mundial.

Estas fotos antigas mostram o horror vivido pelos prisioneiros de Auschwitz até o campo ser liberado pelo Exército Vermelho em 27 de janeiro de 1945. Alguns dias antes da chegada dos russos aos campos, os nazistas começaram a evacuar os locais, fazendo com que cerca de 60 mil prisioneiros fugissem - muitos deles morreram pelo caminho: os guardas matavam qualquer um que caísse e não conseguisse continuar a jornada até outros campos de concentração.

70 anos de Auschwitz