NOTÍCIAS
16/01/2015 14:38 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Irmão de Campos considera prematura conclusão do acidente

Fernando Frazão/Agência Brasil

Irmão do ex-governador Eduardo Campos, o advogado Antonio Campos, divulgou nota nesta sexta-feira considerando "prematura" a conclusão noticiada pelo jornal O Estado de S. Paulo a respeito das causas da queda do avião que matou o ex-presidenciável e assessores em 13 de agosto do ano passado.

Ele disse que só irá se pronunciar sobre o assunto após a divulgação oficial das conclusões das investigações da Aeronáutica e dos inquéritos civil e criminal em curso. Campos observa que os laudos da Aeronáutica e do Cenipa (Centro de Prevenção de Acidentes Aéreos) tratam de "possibilidades quanto a causa de acidentes e não são conclusivos" e informa ter tido audiência com o Procurador da República Thiago Nobre, na cidade de Santos, que prometeu a conclusão do inquérito policial e civil possivelmente para fevereiro, pois ainda aguarda a conclusão de perícias.

"Estas poderão ainda não ser definitivas sobre o caso, podendo ter provas complementares", diz a nota.