ENTRETENIMENTO
12/01/2015 12:32 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Os 7 pontos mais altos das mulheres no Globo de Ouro 2015

Em sua 72ª edição, o Globo de Ouro 2015, realizado no último domingo (11), em Los Angeles, foi permeado por homenagens às vítimas do atentado à revista Charlie Hebdo, em Paris, e consagrou os filmes 'Boyhood' e 'O Grande Hotel Budapeste'. Além disso, as séries 'Fargo', 'The Affair' e 'Transparent' também ganharam destaque. Amy Poehler e Tina Fey ficaram responsáveis por conduzir a festa mais uma vez e, entre uma risada e outra, a cerimônia teve pontos altos de visibilidade e empoderamento para as mulheres.

Listamos aqui as principais:

1. Discurso divertidíssimo de Amy Poehler e Tina Fey

Só de ter duas mulheres apresentando um prêmio deste porte, estamos felizes! E ainda mais com as "ironias" sobre o caso de Bill Cosby e referências ao filme A Entrevista. :)

2. Alguém viu Aniston com Kate Hudson por aí?

Teve gente que ficou cho-ca-da.

A gente adorou.

3. Amal Alamuddin apaixonada por um ator de Hollywood <3

George Clooney foi homenageado e, em seu discurso, ele falou sobre o atentados em Paris e aproveitou para se declarar para a esposa: "Eu não poderia estar mais orgulhoso de ser seu marido", disse.

4. Amy Addams e o empoderamento de Big Eyes.

A atriz comemorou seu prêmio como melhor atriz em comédia/musical por interpretar Margaret Keane, em "Big Eyes", de Tim Burton, e fez um discurso emocionado. Keane foi uma artista que teve suas obras "roubadas" pelo próprio marido. Amy disse: "É muito importante contar histórias como esta e eu me sinto honrada por ter interpretado uma mulher tão forte quanto Margaret".

5. Lupita assumindo seu black power e a miopia <3

Ela não é maravilhosa?

6. Primeiro prêmio de Maggie Gyllenhaal

Atriz corajosa, de filmes peculiares, atuações vigorosas, ela só havia encontrado reconhecimento na TV. E, desta vez, conquistou seu primeiro Globo de Ouro por sua atuação na série The Honorable Woman e, em seu discurso, ela ressaltou:

"Às vezes as mulheres são honráveis, às vezes não; ás vezes são sexy, às vezes não... O que eu acho que é novo, quando se fala sobre mulheres poderosas na televisão e no cinema, é isto. É este tipo de interpretação. É isto que me move. E, por isso, eu quero agradecer às mulheres complicadas da minha vida por este prêmio"

7. A emoção de Gina Rodríguez e seu discurso

A atriz Gina Rodríguez ganhou o Globo de Ouro de melhor atriz de comédia pela série "Jane the Virgin", adaptação de uma novela venezuelana, e em seu discurso destacou o poder de "fazer acontecer" que é necessário ter para chegar aonde se quer:

"Meu pai costumava me dizer para acordar todos os dias e dizer: "Eu posso, e eu vou conseguir". Bom, pai, hoje é um grande dia. Eu consegui, e eu fiz".

#GirlPower