NOTÍCIAS
11/01/2015 16:40 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Manifestantes fazem novo ato em São Paulo em homenagem às vítimas de ataques em Paris

Montagem/Gabriela Bazzo/Brasil Post

Pouco mais de uma centena de pessoas se reuniram na tarde deste domingo (11) na Avenida Paulista, em São Paulo, para mais um ato em homenagem às 17 vítimas de dois ataques em Paris, na França.

Segundo informações da repórter Gabriela Bazzo, do Brasil Post e que esteve presente no ato, uma breve caminhada começou no vão do Masp e seguiu alguns metros até o prédio do Consulado da França. O clima mais uma vez era de comoção.

Galeria de Fotos Ato pelas vítimas na França Veja Fotos

O cônsul francês em São Paulo, Damien Loras, pediu que fosse feito um minuto de silêncio em memória das vítimas dos dois ataques, um contra a sede da revista Charlie Hebdo, e outro contra um mercado em um bairro da comunidade judaica, ambos em Paris.

Em seguida, os manifestantes cantaram por duas vezes La Marseillaise (A Marselhesa, em português), o hino nacional francês.

Nas ruas de Paris, também neste domingo, mais de dois milhões de pessoas foram às ruas para homenagear as vítimas dos ataques, considerados terroristas pelas autoridades francesas. Vários líderes mundiais, como o premiê britânico David Cameron e a chanceler alemã Angela Merkel, estiveram presentes à marcha, já histórica e sem precedentes.

Curta a gente no Facebook |

Siga a gente no Twitter

LEIA TAMBÉM

- Islamofobia: Atentados contra Charlie Hebdo, em Paris, podem piorar discriminação de muçulmanos na Europa

- Homem que participou de ataques em Paris aparece em vídeo e declara lealdade ao Estado Islâmico

- Atentado contra a Charlie Hebdo: Inteligência francesa ainda tem respostas a dar e ameaça a combater