NOTÍCIAS
06/01/2015 10:00 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Escassez de produtos básicos na Venezuela faz popularidade do presidente cair a 22%

AP Photo

Até pouco tempo atrás, o maior problema dos venezuelanos era a violência. No entanto, pesquisas recentes indicam que, atualmente, o principal problema do país é a escassez.

O esvaziamento nas prateleiras também fez com que a taxa de aprovação do presidente Nicolás Maduro, caísse para 22%, menor patamar até agora em seu mandato de quase dois anos.

Afetada pela recessão, a Venezuela tem o pior desempenho econômico entre os grandes países da região, com uma generalizada escassez de bens, de leite a partes de automóveis, e uma inflação anual de 64%.

O problema também foi responsável, segundo testemunhas, pela suspensão das operações de uma das sorveterias mais famosas do país, a Coromoto. Em sua página no Facebook, o estabelecimento informou que o fechamento temporário é causado pela falta de leite.

Nas redes sociais da Venezuela, é possível ter uma ideia da magnitude do problema. Através da hashtag #AnaquelesVaciosEnVenezuela (#PrateleirasVaziasNaVenezuela), os usuários retratam filas enormes para a compra de itens básicos como leite e sabonete e, é claro, prateleiras vazias.