NOTÍCIAS
05/01/2015 17:50 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Após derrota para a Real Sociedad, Barcelona vive rara crise

Reuters

A derrota do Barcelona para a Real Sociedad por 1 a 0 neste domingo detonou uma enorme crise no Barcelona. Ao deixar seus principais craques no banco de reservas, incluindo a dupla estelar Neymar e Messi, o treinador Luis Enrique viu o Barcelona desperdiçar três importantes pontos na tabela do Campeonato Espanhol, perdendo a chance de ultrapassar o arquirrival Real Madrid e alcançar a liderança.

A derrota não foi bem digerida pela imprensa catalã, que bateu com força no treinador do clube, mostrando-se inconformada com a escalação do Barcelona na partida. Para o “Mundo Deportivo”, o técnico do clube foi prepotente ao deixar os titulares no banco, ao passo que o “Sport” estampou sem dó em sua capa da edição desta segunda-feira a manchete “Luis Enrique perde os pontos”.

A rádio “Cadena Cope” foi além e afirmou que há uma crise de relacionamento entre o treinador e o astro do time Lionel Messi. Segundo a rádio, o argentino estaria insatisfeito com o excesso de autoritarismo de Luis Enrique, a quem chama de “senhor do vestiário”.

Nesta segunda-feira, contudo, a crise saiu das páginas de jornal e das ondas radiofônicas e se mostrou real no clube catalão. Um dos maiores ídolos do clube, Andoni Zubizarreta, que há quatro anos vinha ocupando o cargo de diretor de futebol no Barcelona, foi demitido pelo presidente Josep Maria Bartomeu. O ex-goleiro vinha sofrendo intenso desgaste no clube nos últimos meses, tendo assumido, recentemente, a culpa pela não-reversão, por parte do Barça, das punições sofridas pelo Tribunal Arbitral do Esporte que impedirão o clube de contratar jogadores até janeiro de 2016.

Em solidariedade à saída de Zubizarreta o ex-jogador Carles Puyol, que vinha atuando como braço-direto do diretor de futebol e que havia trocado as chuteiras pela cartola há apenas três meses e meio, também afirmou que deixará o clube.

“Quero anunciar que decidi dar por finalizada minha relação trabalhista com o Fútbol Club Barcelona. Nesses três meses e meio me deram a oportunidade de ver o outro lado do clube”, disse o ex-zagueiro, em comunicado, frisando que pretende voltar ao Barça no futuro.