MUNDO
04/01/2015 09:50 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

Caso Sony: Coreia do Norte diz que novas sanções dos EUA são políticas hostis

SEUL (Reuters) - A Coreia do Norte criticou neste domingo as novas sanções impostas pelos Estados Unidos contra o país, chamando-as de políticas hostis e repressivas por Washington. O presidente dos

Kevork Djansezian / Reuters

A Coreia do Norte criticou neste domingo (4) as novas sanções impostas pelos Estados Unidos contra o país, chamando-as de políticas hostis e repressivas por Washington.

O presidente dos EUA, Barack Obama, emitiu uma ordem executiva autorizando a expansão das sanções contra a Coreia do Norte, após ataque de hackers à Sony Pictures Entertainment, pelo qual Washington culpa Pyongyang.

"A política persistentemente perseguida pelos EUA para sufocar a RDPC (Coreia do Norte), fomentando de forma infundada hostilidade para o país, só irá endurecer a sua vontade e resolução de defender a soberania do país", disse o porta-voz do Ministério do Exterior citado pela agência de notícias estatal da Coreia do Norte KCNA.

"A ação persistente e unilateral tomada pela Casa Branca para atirar sanções contra a RDPC notoriamente prova que ela ainda não está longe da repugnância inveterada e da hostilidade para com a Coreia do Norte", disse.