NOTÍCIAS
24/12/2014 00:40 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

#ForaBolsonaro: Página no Tumblr reúne matérias da Folha para mostrar a carreira ‘curiosa' de Jair Bolsonaro na política

Montagem/Reprodução e Estadão Conteúdo

O deputado Jair Bolsonaro (PP-RJ) se orgulha amplamente da sua carreira política de 26 anos. Amplo defensor dos valores conservadores e “da família”, como ele e figuras públicas como Marco Feliciano (PSC-SP) gostam de enfatizar, Bolsonaro adicionou mais uma polêmica ao seu currículo há duas semanas, quando disse que “não estupraria” a deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) “porque ela não merecia”.

Porém, engana-se quem pensa que é nova a característica de Bolsonaro em se meter em confusões, muitas vezes regadas à ofensas, palavras de baixo calão e até ameaças. É o que a escritora Daniela Abade reuniu em uma página na rede social Tumblr, intitulada Bolsonazi.

Buscando notícias de Bolsonaro nos arquivos do jornal Folha de S. Paulo, ela obteve passagens bem pouco nobres do deputado que planeja ser candidato à Presidência da República em 2018, como aquela em que ele declarou apoio ao então presidenciável Fernando Collor – o qual dispensou o capitão militar da reserva, rejeição da qual Aécio Neves (PSDB) lançou mão neste ano.

Galeria de Fotos Tumblr Bolsonazi Veja Fotos

Fiel pregador da ordem e dos bons costumes, Bolsonaro já se envolveu em acusações de terrorismo dentro do ambiente militar e até de corrupção. Pedidos de cassação por quebra de decoro parlamentar? Ela já coleciona alguns, conforme algumas matérias antigas da Folha não deixam mentir, para quem não acompanha a atabalhoada trajetória dele desde o início, em 1988, como vereador no Rio de Janeiro.

Para os eleitores do deputado fluminense, os recortes jornalísticos servem para consolidar posições nem tanto surpreendentes. Para os críticos, mais provas de que o que Bolsonaro diz hoje não é, e nunca foi, uma ‘coincidência’.

LEIA TAMBÉM

- Apoiadores pregam boicote a médicos negros no Facebook; ativistas fazem ‘corte' simbólico no Rio

- Ativista cultural Mel Duarte se inspira em ‘discurso vazio' de Jair Bolsonaro para criar poesia (VÍDEO)

- Senado aprova inclusão do 'feminicídio' no Código Penal - e a gente comemora!

- Deputado diz que "jamais" vai se desculpar com Maria do Rosário, a qual acusa de "privilegiar bandidos"