NOTÍCIAS
15/12/2014 13:09 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Lula depõe à Polícia Federal sobre o mensalão

Getty Images

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva depôs à Polícia Federal na última terça-feira em Brasília (DF), no âmbito de um inquérito aberto para apurar sua atuação no mensalão. A investigação complementar foi motivada por denúncias do operador do esquema, o publicitário Marcos Valério, condenado a 37 anos, 5 meses e 6 dias de prisão pelo Supremo Tribunal Federal. Segundo Valério, o ex-presidente intermediou um repasse de 7 milhões de reais feito ao PT por uma subsidiária da Portugal Telecom.

De acordo com reportagem do jornal Folha de S. Paulo, Lula aproveitou compromissos na capital federal para falar à PF na condição de testemunha. O compromisso não foi divulgado pela assessoria de imprensa do petista. Ele negava estar sendo procurado pela PF para a oitiva, embora o órgão tentasse ouvir suas explicações há dez meses para concluir um dos inquéritos abertos por iniciativa da Procuradoria da República no Distrito Federal.

O Ministério Público instaurou inquéritos a partir das acusações feitas por Valério em depoimento à Procuradoria-Geral da República em 2012, revelado por VEJA. Ele se dispôs a contar tudo o que sabia sobre o envolvimento do ex-presidente no esquema para obter um acordo de delação premiada e assim tentar abrandar sua pena no Supremo.