NOTÍCIAS
05/12/2014 14:57 -02 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Polícia de Santa Catarina fotografa piscina com suástica desenhada no fundo em Santa Catarina

Polícia Civil de Santa Catarina/Divulgação

A Polícia Civil de Santa Catarina divulgou uma foto de uma piscina com uma suástica desenhada no fundo. E o caso repercutiu no site da CNN nesta sexta-feira (5).

A foto foi tirada por helicópteros da polícia durante um voo sobre a região de Pomerode (SC), com uma importante comunidade de descendentes de alemães.

De acordo com a Lei nº 9.459, de 13 de maio de 1997, é crime fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a a cruz suástica ou gamada, para fim de divulgação do nazismo.

Entretanto, segundo as autoridades locais, a piscina com a suástica está em uma propriedade particular, longe dos olhos do público em geral e, portanto, nada deve ser feito contra o proprietário, cujo nome não foi divulgado.

O símbolo da suástica é muito antigo e considerado sagrado por várias culturas e religiões, entre elas o hinduísmo e o budismo.

Na terceira década do século 20, ela foi adotada pelo então Partido Nacional Socialista alemão e, com a chegada de Adolf Hitler ao poder, se tornou o símbolo do regime nazista. Desde então, está fortemente associada aos crimes do nazismo.

Na reportagem publicada no site, a CNN destaca o fato de Santa Catarina ser um Estado com forte imigração alemã e cita, inclusive, a realização da Oktoberfest em Blumenau.

Também lembra que, após a Segunda Guerra Mundial, líderes nazistas como Franz Stangl, comandante do campo de extermínio de Treblinka, fugiram para o Brasil para escapar dos julgamentos de crimes de guerra ocorridos após a derrota da Alemanha para os aliados.

Outro líder nazista que fugiu para o Brasil foi Josef Mengele, médico do campo de concentração de Auschwitz. Ele se afogou quando nadava na costa brasileira em 1979 e foi enterrado com nome falso. Em 1985, após exames forenses, seus restos mortais foram identificados.

LEIA TAMBÉM

- Basta, Lula! Não se invoca o Holocausto em vão

- Sim, Lula! O holocausto merece ser nosso maior referencial político!