NOTÍCIAS
28/11/2014 11:10 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:53 -02

Pelé segue internado na UTI, mas apresenta melhora em quadro clínico

MARCELO D. SANTS/FRAME/ESTADÃO CONTEÚDO

O Hospital Albert Einstein, em São Paulo, comunicou na manhã desta sexta-feira (28) que houve uma melhora no estado de saúde de Pelé, mas que o ex-atleta, considerado o maior jogador de futebol de todos os tempos, segue internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

"O Hospital Israelita Albert Einstein informa que o paciente Edson Arantes do Nascimento (Pelé) está melhor de sua condição clínica e segue sob cuidados na unidade de terapia intensiva. Continua em tratamento temporário de suporte renal (hemodiafiltração veno-venosa contínua), lúcido, em ventilação espontânea, sem necessidade de drogas vaso-ativas ou outras terapias de suporte. O Hospital fornecerá boletim assim que houver nova informação", afirmou o comunicado.

Pelé foi transferido para a UTI nesta quinta-feira (27), com um quatro de infecção urinária, depois de ter sido submetido a exames de revisão de uma cirurgia de retirada de cálculos renais na última segunda-feira (24), quando foi internado.

O boletim médico divulgado às 20h de quinta-feira, o primeiro após a ida do ex-atleta à Unidade de Tratamento Intensivo, apontou que ele estava "temporariamente em tratamento de suporte renal [hemodiálise], sem necessidade de outras terapias de suporte".

Segundo informações da Folha de S.Paulo, Pelé apresenta sepse, focos infecciosos nos rins e, como não respondeu bem aos antibióticos, houve paralisação na função renal, que passou a ser realizada através de hemodiálise, que realiza a filtragem do sangue do paciente.

"A UTI não é só para pacientes que estão piorando. É só um tratamento mais disciplinado, com mais equipamentos à disposição. E com mais diagnósticos rápidos que podem intervir em pacientes com instabilidade. Não vejo isso como uma definição de que necessariamente piorou", afirmou um especialista ao Uol. Há, ainda, no entanto, a preocupação de uma possível infecção generalizada.

Antes de dar entrada no Albert Einstein no início da semana, Pelé há havia sido internado no mesmo hospital no último dia 12, quando passou por uma cirurgia para a retirada de cálculos renais.