NOTÍCIAS
26/11/2014 17:31 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

8 casos raros de 'House' que realmente podem acontecer (e como evitá-los)

Netflix

A série House, que estrelava Hugh Laurie como o gênio que tomava pílulas, foi bolada como uma versão médica de Sherlock Holmes e durou oito temporadas. No último dia 16, comemoramos o aniversário de 10 anos de sua estreia. Apesar de ser fácil relembrar o programa focando nos detalhes inacreditáveis de seus casos, talvez seja surpreendente saber que House era, na verdade, bem mais realista do que você imaginava.

Sim, as chances de todos estes casos médicos raros chegarem no mesmo hospital em Nova Jersey são poucas, mas uma variedade de fontes — incluindo Andrew Holtz, ex-correspondente médico da CNN e autor de A Ciência Médica de House — tem dito que muitos dos casos foram construídos ao redor de ciência verídica. Holtz explicou para o site guia de House:

Apesar dos casos serem altamente improváveis (e isso é para não dizer mais), eles não são completamente impossíveis. Claro, o que aparenta ser um caso é na verdade uma combinação de características estranhas de vários casos verídicos.

Mesmo com algumas das doenças de House serem mais comuns em outros países, o fato de que elas ocorreriam nos Estados Unidos aumentava a intriga do programa.

Em homenagem ao aniversário House, aqui vão oito casos doidos que poderiam acontecer na vida real (e como preveni-los):

1. Varíola por Rickettsia, "Um Estranho Entre Nós

Uma jovem garota é exposta a uma garrafa quebrada de um navio negreiro naufragado. Presume-se que ela tenha contraído varíola. Mais tarde, descobrem que ela tem varíola por Rickettsia, uma infecção bacteriana tratável espalhada por parasitas de ratos.

Na vida real: A varíola por Rickettsia pode ser observada por uma escara (uma casca com um centro negro) no local onde o parasita mordeu. Isso pode ser seguido por febre, dor de cabeça e uma erupção parecida com catapora. Essa doença é mais comum em áreas urbanas, mas poucos casos são relatados anualmente.

Como prevenir: Exercer boa higiene é um ótimo método para evitar esta doença. Medidas sanitárias, especialmente o controle do contato com ratos e o não manuseio de objetos de um navio negreiro naufragado, devem ajudar com a prevenção.

2. Intoxicação por ouro, “Sem Pista

Um homem tem dificuldades em respirar enquanto tem relações com sua esposa. A possibilidade de ser lúpus é descartada, como sempre. Após os testes de metais pesados darem negativo, é descoberto que sua esposa o envenenava com tiomalato sódico de ouro.

Na vida real: Sintomas de intoxicação por ouro incluem depressão de medula óssea, icterícia e sangramento gastrointestinal. O ouro é uma das maneiras menos comuns de conseguir envenenamento por metais.

Como prevenir: Envenenamento por metais pesados é, na verdade, bem comum. Pode ocorrer por exposição industrial, poluição de ar/água ou ingestão. Além disso, aprenda uma lição com o episódio e evite se casar com a pessoa que um dia possa tentar te matar.

3. Doença de Erdheim-Chester, “Aposta Tudo

Após um dos pacientes de Lisa Cuddy ter diarreia com sangue, House faz com que James Wilson mantenha Cuddy ocupada em um jogo de pôquer enquanto ele tenta determinar se o paciente tem a doença de Erdheim-Chester, uma condição incrivelmente rara que provou ser fatal na última vez em que a encontrou. Apesar dos testes iniciais darem negativo e House arriscar a vida do paciente para conseguir tecido para a biopsia (qual é a novidade?), o seu diagnóstico prova ser correto.

Na vida real: A Associação da Histiocitose explica em seu site que Erdheim-Chester é uma rara doença que envolve as células imunes. "Ela envolve a produção excessiva de histiocitose, que é um tipo de glóbulo branco. Essas células, que normalmente ajudam a combater infecção e lesões, começam a se juntar em órgãos e tecidos diferentes e podem resultar em uma variedade de sintomas, incluindo a falência dos órgãos.

Como prevenir: A causa é dada como desconhecida, mas a doença não aparece normalmente até a meia idade. Opções de tratamento incluem quimioterapia, imunoterapia e corticosteroides.

4. Peste bubônica, “Cachorro que Dorme Não Mente

Uma mulher não consegue dormir, mesmo após engolir um frasco inteiro de soníferos, e mais tarde sofre sangramento retal e problemas com o fígado. A namorada da paciente doa parte de seu fígado para tentar salvá-la e também impedir que a paciente termine com ela. House descobre que o cachorro da paciente foi exposto à pulgas que podem carregar a peste bubônica, e suas presunções estão corretas.

Na vida real: Na história, a peste negra eliminou quase um terço da população da Europa. Foi tão ruim que carroças eram enviadas pedindo para que as pessoas trouxessem os mortos. De acordo com o Centro de Controle de Doenças, existem de 10 até 15 casos anualmente nos Estados Unidos. Estes ocorrem geralmente nos estados rurais do oeste do país e podem acontecer após contato com um animal com pulgas que carregam a doença. Sintomas incluem febre, dor de cabeça, resfriado e inchamento de glândulas linfáticas.

Como prevenir:Você pode ajudar a se proteger da peste evitando contato com animais mortos, usando repelente de insetos e não se envolver com uma pessoa que tem um cachorro com pulgas infectadas.

5. Doença do sono, “Fidelidade

Uma mulher misteriosamente tem febre e dorme excessivamente. Enquanto a equipe inicialmente suspeita que um tumor está por trás disto, os sintomas apontam para a tripanossomíase africana, também conhecida como a doença do sono. Eles determinam que a paciente pode ter sido exposta através de um caso extraconjugal e começam o tratamento.

Na vida real: Sintomas da doença africana do sono incluem febre, dores de cabeça severos, irritabilidade, fatiga extrema e inchamento das glândulas linfáticas. Pode resultar em morte, se não for tratada. A Organização Mundial da Saúde explica que a doença só ocorre nos países africanos, onde é transmitida pela mosca tsé-tsé. Existem casos documentados de estrangeiros contraindo a doença após visitar o continente.

Como prevenir: Recomenda-se limitar o contato com moscas tsé-tsé para evitar a doença. Isso inclui vestir cores neutras e mangas compridas quando visitar uma área onde as moscas estão presente. Também é uma boa idéia ser fiel ao seu marido caso a outra opção seja se expor à doença do sono durante um caso.

6. Encefalite do sarampo, “Paternidade

Após um jogador de Lacrosse ter visão dupla e desmaiar no meio do campo, é descoberto que ele também sofre de medos noturnos e só pode pensar em “bebê elefante” quando pedem para ele falar um nome que comece com a letra B, o que é forçar a barra. Após descobrirem que o garoto é adotado, House deduz que ele não foi vacinado a tempo durante a infância e determina que ele tem encefalite do sarampo.

Na vida real: Apesar de parecer inacreditável, panencefalite esclerosante subaguda, também conhecida como encefalite do sarampo, pode realmente ocorrer.

Como prevenir: A doença é rara — nos Estados Unidos, apenas 10 casos são documentados por ano. Imunizações adequadas são boas medidas de prevenção.

7. Síndrome de espelho, “Espelho, espelho meu

Assaltantes pedem ajuda quando a vítima deles desmaia. Fica evidente que o paciente tem lesões cerebrais e imita a figura mais autoritária presente na sala. House usa isso para determinar como o homem ficou doente.

Na vida real: Mimetismo causado por danos no cérebro pode realmente acontecer. Um caso da vida real foi documentado pela psicóloga Giovannia Conchiglia. A síndrome do espelho pode ocorrer de maneira diferente entre uma mãe e o feto, quando a retenção de água em uma mulher grávida pode espelhar mudanças no feto.

Como prevenir: Para prevenir os danos cerebrais, o Centro de Controle detalha várias estratégias diárias como usar seu sinto de segurança, segurar corrimões e vestir capacetes quando for necessário. Também, evitar ser assaltado é geralmente uma boa, apesar de que não foi isso que trouxe o distúrbio no episódio.

8. Parasita do cérebro, “Euforia, Parte 2

House vai em uma missão como detetive para descobrir qual doença está rapidamente matando o Dr. Foreman. Ele visita a casa onde acham que Foreman foi infectado e descobre que a água que vem da cisterna do teto contém Naegleria fowleri, uma amebiana parasítica que se alimenta de células cerebrais, causando a meningoencefalite amebiana primária (MAP).

Na vida real:Naeglia fowleri é encontrada em água quente e no solo, e geralmente entra no corpo pelo nariz. Apesar dos casos serem raros, o Centro de Controle e revistas médicas confirmam que a MAP é geralmente fatal.

Como prevenir: Apesar da doença ser bem rara, a prevenção inclui evitar nadar em massas de água quente e, não como Dr. Foreman, ficar longe de casas onde pessoas foram infectadas com doenças estranhas.

Permaneçam saudáveis!

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.