NOTÍCIAS
14/11/2014 12:12 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:47 -02

Obama tomará medida sobre reforma imigratória até fim do ano, afirma imprensa americana

John Moore/Getty Images

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, vai tomar medidas pela reforma da política imigratória dos EUA até o fim do ano.

De acordo com o New York Times, Obama planeja anunciar uma reforma na política de imigração dos EUA por meio de uma ordem executiva que protegeria da deportação 5 milhões de imigrantes sem documentos.

De acordo com a reportagem, a medida também vai conceder permissões de trabalho para uma parcela dos imigrantes.

Se aprovada, a medida vai também implicar na revisão das atividades de 12 mil agentes imigratórios no país. A reportagem do NYT diz que, de acordo com as novas regras, os agentes não deverão priorizar a deportação, especialmente em casos onde há fortes laços familiares e ausência de antecedentes criminais.

De acordo com a CNN, Obama poderá aprovar a medida por meio de uma ordem executiva, passando por cima do Congresso, caso seja necessário. Os republicanos, adversários políticos de Obama, vêm apresentando resistência em aprovar a reforma imigratória.

O NYT afirma que a Casa Branca considera incluir como beneficiários da medida imigrantes que vivem nos EUA há mais de dez anos, cerca de 2,5 milhões de pessoas. Caso a lei também valha para imigrantes que chegaram ao país ainda crianças e para os seus pais, mais um milhão de imigrantes vão se beneficiar da medida de Obama.

A Casa Branca não quis comentar o assunto, e afirmou que só vai se pronunciar quando Obama voltar da cúpula do G20, no domingo (15).