COMPORTAMENTO
13/11/2014 17:39 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:46 -02

Cartas de amor de Marilyn Monroe vão a leilão

Getty Images

"Se algum dia eu te fiz chorar ou te fiz ainda mais triste, mesmo que por um segundo, por favor, me perdoe, minha garota perfeita.” O trecho, digno de um livro de romance barato, faz parte de uma das muitas cartas trocadas entre a atriz Marilyn Monroe e o dramaturgo Arthur Miller, seu terceiro e último marido. A correspondência é um dos 200 itens, a maioria deles cartas, que pertenceram à atriz americana e que vão a leilão em dezembro pela Julien's Auctions, em Beverly Hills, na Califórnia.

Segundo o site The Hollywood Reporter, além do romance com Miller, o complicado e intenso relacionamento com Joe DiMaggio, jogador de beisebol e segundo marido da atriz, também está exposto na correspondência trocada entre os dois, que faz parte da coleção denominada Marilyn Monroe's Lost Archives (Arquivos perdidos de Marilyn Monroe, em tradução livre).

“Eu te amo e quero estar com você”, diz trecho de outra carta, escrita por DiMaggio, quando ele descobriu, em uma entrevista dela à televisão, que ela o deixaria. “Não há nada que eu queira mais do que restaurar sua confiança em mim”, diz o jogador que, após a morte da atriz, continuou levando flores ao seu túmulo durante vinte anos.

O curador do leilão, Martin Nolan, passou nove meses organizando as cartas e catalogando a coleção, que foi dada por Marilyn ao amigo e mentor Lee Strasberg. Mais tarde, ele entregou os objetos a um conhecido que os conservaria de forma adequada. Agora a família deste amigo, que prefere manter-se anônima, decidiu colocar o material à venda.

Darren Julien, dono do leilão, estima que a coleção seja vendida por 1 milhão de dólares ou mais. “Esperamos um grande grupo de fãs, vindos de diversos lugares do mundo”, diz Julian, que vai expor o material na galeria da casa de leilões entre 1º de dezembro até o dia 6.

A coleção também inclui cartas de amigos e colegas de trabalho da atriz, como os atores Clark Gable, Cary Grant e Jane Russell, vídeos pessoais e fotos. Marilyn morreu de overdose aos 36 anos, em 1962.