NOTÍCIAS
10/11/2014 14:40 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Enfermeira espanhola que contraiu Ebola processa secretário de saúde por danos morais

Reuters

Teresa Romero, enfermeira espanhola que contraiu Ebola, afirmou que vai processar o Conselheiro de Saúde de Madri por atentar contra sua honra, e vai pedir uma indenização de 150 mil euros.

De acordo com o Huffington Post España, ela também vai pedir uma indenização por causa do cão da família, que foi sacrificado sob suspeita contaminação pelo Ebola. De acordo com a defesa da enfermeira, o casal considerava o animal como “um filho adotivo”.

“A decisão foi adotada de maneira precipitada, sem as precauções adequadas, visto que não foram feitos os testes necessários para determinar se o cachorro estava contaminado, ele simplesmente foi morto”.

A defesa de Romero afirma que vai processar Javier Rodríguez por ter levantado falsas acusações contra a enfermeira, ao insinuar que ela pode ter mentido sobre os seus sintomas. Ele também fez outras afirmações sobre a capacidade da enfermeira em colocar adequadamente o traje de proteção necessário para entrar em contato com pacientes de Ebola.

Segundo o marido de Romero, ela teve apenas 30 minutos para aprender o procedimento.

Caso a enfermeira ganhe o processo, o dinheiro da indenização será destinado à organizações não governamentais, especialmente as que se dedicam à proteção dos animais.

No mês passado, Rodríguez pediu desculpas por escrito à enfermeira, afirmando que não tinha a intenção de ofendê-la.