NOTÍCIAS
09/11/2014 10:20 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Catalunha realiza plebiscito sobre independência

REUTERS/Albert Gea

A Catalunha, região no nordeste da Espanha, deu início na manhã de hoje (9) a uma votação informal sobre a independência, medida que o governo central do país considerou ilegal. No plebiscito, os eleitores catalães serão questionados se a região deve ser um Estado e, se sim, se deve ser independente. Os resultados só devem começar a ser divulgados na manhã da segunda-feira (10).

A administração regional catalã deu prosseguimento ao plebiscito apesar da Corte Constitucional espanhola ter ordenado seu cancelamento na última quinta-feira (6). Na ocasião, a Corte Constitucional da Espanha, a pedido do governo espanhol, suspendeu a votação pelos mesmos motivos que impugnaram o referendo em setembro. No entanto, segundo o El País, outro aspecto que pesou na decisão da suspensão foram as "escassas garantias democráticas que têm o novo processo".

Apesar da suspensão imposta pela Justiça, a administração regional da Catalunha espera que mais de 40 mil voluntários ajudem a monitorar as urnas.

A Catalunha tem uma população de 7,5 milhões de pessoas e um idioma próprio. A região responde por um quinto da economia da Espanha e há muito busca a independência, numa campanha que ganhou força com o referendo do mês de setembro, na Escócia.

(Com Estadão Conteúdo)