NOTÍCIAS
03/11/2014 14:49 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Mundial de Clubes de 2014 já tem todos os seus participantes definidos

Faisal Al Nasser / Reuters

O Mundial de Clubes da Fifa deste ano, que será disputado entre 10 e 20 de dezembro, no Marrocos, já tem os sete participantes definidos, trazendo os espanhóis do Real Madrid e os argentinos do San Lorenzo como favoritos e uma equipe australiana como a grande surpresa.

Com apenas dois anos de história, o Western Sydney Wanderers conquistou, neste sábado, a Liga dos Campeões da Ásia, tornando-se o primeiro clube do país a faturar o relevante troféu e garantindo, de quebra, uma vaga no mais importante torneio interclubes do planeta.

Para quem estranhou o fato de uma equipe da Oceania ter vencido uma competição asiática, cabe uma explicação. Desde 2006, a Austrália deixou de integrar a Confederação de Futebol da Oceania e passou a fazer parte da Confederação Asiática de Futebol. A medida fez com que a seleção e os clubes australianos pudessem disputar partidas contra rivais mais fortes, fortalecendo, assim, o esporte no país.

LEIA MAIS: O caso de sucesso mais rápido na história do futebol

Ao deixar de disputar competições na Oceania, a Austrália deixou o caminho aberto para a Nova Zelândia reinar de forma (quase) absoluta no continente. De 2006 até 2014, apenas em uma oportunidade, em 2011, uma equipe neo-zelandesa ficou de fora do Mundial: na ocasião, o Hekari United, de Papua-Nova Guiné, foi o representante da Oceania no torneio intercontinental.

Com a presença do Western Sydney Wanderers, representando a Ásia, e o Auckland City sendo o representante da Oceania, o Mundial deste ano - que foi confirmado pela Fifa no Marrocos apesar do surto de Ebola que aflige a África Ocidental - não contará, portanto, com nenhum clube da Ásia.

Além dos australianos, dos neo-zelandeses e das potências Real Madrid e San Lorenzo, também participarão da competição: o Sétif, da Argélia (representante africano), o Moghreb Tétouan (representante do Marrocos, país-sede), o Cruz Azul (representante da América do Norte, Central e Caribe).