COMPORTAMENTO
29/10/2014 14:56 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Pesquisadores revelam a 'idade da felicidade' (ESTUDO)

eflon/Flickr
explored

Está preocupado que seus dias de glória tenham passado? Pense de novo. Uma nova pesquisa mostra que seus anos dourados realmente são os mais felizes.

Uma pesquisa com 2 mil britânicos foi encomendada pela gigante tecnológica Samsung para descobrir em que idade as pessoas estão mais contentes com suas vidas, segundo reportagens do The Daily Mail e outros veículos de mídia. Você poderia pensar que os jovens são mais saudáveis, despreocupados e otimistas, e as pessoas mais velhas, semelhantes aos estereótipos de velhos resmungões, mas as respostas revelaram outra coisa.

Aos 35 anos é quando as pessoas se revelavam menos felizes, com o estresse de equilibrar a vida familiar, a criação dos filhos e as crescentes responsabilidades no local de trabalho com o avanço da carreira profissional. De maneira surpreendente, não foi em qualquer momento na faixa dos 20, 30 ou mesmo 40 que as pessoas eram mais felizes. A pesquisa descobriu que 58 anos é a idade em que as pessoas estão mais satisfeitas com suas vidas.

Os pesquisados disseram que nessa idade eram melhores para administrar o equilíbrio trabalho-vida, sem esquecer da pausa para o almoço e tomando cuidado para não trabalhar demais. Também poderia ter algo a ver com ter passado os maiores obstáculos da criação dos filhos e das preocupações sobre ter êxito na profissão.

"Não é de admirar que os 30 anos sejam tão estressantes, enquanto tentamos às vezes desesperadamente combinar empregos de alta pressão com exigências familiares", disse Cary Cooper, um professor de psicologia organizacional e saúde na Universidade de Lancaster, segundo o The Daily Mail. "E quando chegamos aos 50 nos sentimos muito mais confiantes — o que nos permite definir a agenda no que se refere a horários de trabalho e à vida familiar."

O dinheiro, certamente, era o maior fator de estresse entre os pesquisados, enquanto quase dois terços deles disseram que o tempo de qualidade passado com a família é o que lhes traz mais satisfação. Estar feliz em sua profissão era o segundo fator mais importante na felicidade geral.

Vários estudos também tentaram identificar a idade exata em que podemos esperar ser mais felizes. Um estudo disse que a vida atinge o auge aos 23 anos e depois novamente aos 69. Outra descobriu que 33 era o número mágico.

Temos de admitir que somos tendenciosos, mas acreditamos que a vida só fica mais doce com o passar dos anos.

Este artigo foi originalmente publicado pelo HuffPost US e traduzido do inglês.