NOTÍCIAS
26/10/2014 18:41 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

José Ivo Sartori vence Tarso Genro e se elege governador no Rio Grande do Sul com mais de 60% dos votos válidos

Estadão Conteúdo

Deu Sartori no 2º turno das eleições de 2014 para governador do Rio Grande do Sul. Com 86,8% das urnas apuradas, o candidato do PMDB teve 61,23% dos votos válidos, contra 38,77% de Tarso Genro, do PT.

O resultado condiz com a última pesquisa Datafolha, divulgada neste sábado (25), que apontava que o peemedebista venceria com 60% dos votos válidos, contra 40% do candidato petista, que tentava a reeleição.

LEIA MAIS: Rollemberg (PSB) é eleito governador do DF e derrota grupo de Arruda

José Ivo Sartori, 66, é ex-prefeito de Caxias do Sul. Seu bom resultado nas urnas foi uma reviravolta no pleito do Rio Grande do Sul. No início da campanha, Sartori estava em terceiro, com apenas 7% das intenções de voto, atrás de Ana Amélia Lemos (PP) e Tarso Genro (PT).

O candidato do PMDB se beneficiou da rivalidade entre os dois favoritos, que apostaram em campanhas de "desconstrução" de imagem um do outro, e conseguiu abocanhar os votos dos eleitores decepcionados com o fogo cruzado.

No primeiro turno, Sartori conseguiu 40,4% dos votos válidos, contra 32,57% de Tarso Genro (PT) e 21,79% de Ana Amélia.

No segundo turno, conseguiu apoio da coligação de Ana Amélia e com partidos com o PSBD e o Democratas.

Com a vitória de Sartori, mantém-se a "maldição de reeleição" no estado, uma vez que até hoje nenhum governador foi reeleito no Rio Grande do Sul.