NOTÍCIAS
26/10/2014 12:36 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

Eleições presidenciais do Uruguai: Luis Lacalle Pou e Tabaré Vázquez devem ir para o segundo turno

Reuters

Os uruguaios vão às urnas neste domingo (26), para escolher quem será o presidente do país pelos próximos cinco anos. O mandato de Jose Mujica termina em março do ano que vem.

Há dois candidatos favoritos para suceder “Pepe” no poder: Tabaré Vázquez e Luis Lacalle Pou, de acordo com as últimas pesquisas de opinião realizadas no país.

Tabaré Vasquez, candidato do Partido Frente Amplia

Vázquez concorre pelo Frente Amplia, partido está no poder há quase dez anos e é o mesmo de Mujica. Vásquez já foi presidente do país entre 2005 e 2010.

A expectativa é de que ele enfrente no segundo turno Luis Lacalle Pou, candidato pelo Partido Nacional (PN), também conhecido como partido Blanco.

Luis Lacalle Pou, candidato do Partido Nacional

Segundo uma análise do instituto Factum, Vázquez deve obter, em um primeiro turno, entre 44% e 46% e Pou deve obter entre 31% e 33%.

Também serão escolhidos no pleito deste domingo o vice-presidente do país e os membros do legislativo.

Pedro Bordaberry, candidato do Partido Colorado

Em terceiro lugar na pesquisa vem Pedro Bordaberry, do Partido Colorado, que governou o país durante a maior parte da história.

Se o cenário projetado pelas pesquisas se consolidar, a eleição para a presidência será definida no segundo turno, dia 30 de novembro.

Propostas dos candidatos

E o que os uruguaios podem esperar do sucessor de Mujica?

Vázquez aposta no controle da inflação e na inclusão digital. Além disso, segundo a Telesur, ele aposta em uma maior descentralização e em uma transferência de “poder e de recursos” para os municípios.

Lacalle Pou é filho do ex-presidente Luis Alberto Lacalle e tem uma agenda que sugere 800 pontos para áreas econômicas e sociais do país.

De acordo com a Telesur, ele afirma estar orientado por quatro objetivos: “um país que cuide da sua gente”, “um país de oportunidades”, “um país autenticamente produtivo” e “um país orgulhoso de suas instituições”.

O candidato do Partido Colorado, Pedro Bordaberry, terceiro lugar nas pesquisas é filho de Juan María Bordaberry, condenado em 2010 por crimes durante a última ditadura do país e morto em 2011.

Sua principal proposta consiste na transformação da estrutura do executivo do Uruguai, criando novos ministérios e ampliando a estrutura de alguns. Ele também propõe uma mudança nas políticas sociais implementadas pela Frente Amplia.