NOTÍCIAS
22/10/2014 16:37 -02 | Atualizado 26/01/2017 21:42 -02

Os dois erros fundamentais na matéria do TMZ sobre Aécio Neves e cocaína

"Lindsay Lohan: Meu candidato presidencial tem um helicóptero recheado de cocaína!"

Foi com esta chamada publicada na manhã desta quarta-feira (22) que o site TMZ deixou as redes sociais alvoroçadas — especialmente entre usuários brasileiros. A chamada faz referência ao apoio de Lindsay Lohan, conhecida por suas idas e vindas da reabilitação, a Aécio Neves (PSDB), candidato à Presidência da República. O apoio — apontado como uma ação de marketing — foi feito via Twitter e deletado algumas horas depois.

Mas houve outro motivo para tanto alarde: a matéria do TMZ toca numa ferida ainda aberta — o helicóptero apreendido em novembro do ano passado, no Espírito Santo, com quase meia tonelada de cocaína. O texto do site diz:

Lindsay Lohan diz que tem boas razões para apoiar um candidato a presidente do Brasil... Ela diz que seus "contatos brasileiros" gostam desse cara — um cara cuja empresa possuía um helicóptero recheado com toneladas de cocaína.

Lindsay tuitou: "Eu apoio @aecioNeves para candidatura presidencial (sic). Sua plataforma traz mudanças positivas ao Brasil."

Lindsay levou uma surra por se envolver na política de ninguém, por razões óbvias. Mas uma fonte ligada a LiLo disse ao TMZ que ela está apoiando o cara porque "ela tem muita contatos lá e tem várias viagens de negócios para o país." A fonte também disse que ela tem um "bom contato" no Brasil que gosta muito de Neves.

Eis o que os 8,5 milhões de seguidores de Lindsay precisam saber: Neves possui uma empresa que tem um helicóptero que foi apreendido pela Polícia Federal... Apreendido porque estava carregando 4,5 TONELADAS de cocaína.

Não está claro se Lindsay apóia Neves porque ele é um cara bom ou apenas porque dá boas festas.

Há algumas informações erradas no texto do TMZ. Para entender melhor o caso, o Brasil Post aponta as incoerências:

1. "Neves possui uma empresa que tem um helicóptero que foi apreendido pela Polícia Federal"

O helicóptero apreendido em novembro de 2013, numa fazenda no município de Afonso Cláudio (ES), era propriedade da empresa Limeira Agropecuária. Um dos donos da empresa era o deputado mineiro Gustavo Perrella (Solidariedade-MG), filho do senador Zezé Perrella (PDT-MG). De acordo com parecer do Ministério Público Federal, o helicóptero deveria ficar sob controle do governo do estado até o trânsito em julgado do processo. Entretanto, em agosto, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região, no Rio de Janeiro, determinou a devolução do helicóptero à empresa Limeira Agropecuária.

2. "Apreendido porque estava carregando 4,5 TONELADAS de cocaína."

Dentro do helicóptero, a PF encontrou 443 quilos de pasta-base de cocaína.