NOTÍCIAS
16/10/2014 11:29 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Estudante morto durante festa no campus da USP consumiu droga nova e se afogou, diz laudo

Reprodução / Facebook

Laudo do Instituto Médico-Legal (IML) de São Paulo aponta que o estudante Victor Hugo Santos, de 20 anos, morto após deixar uma festa no campus da USP no mês passado, se afogou depois de fazer uso de um novo tipo de droga, o 25B-NBOMe. As informações são do jornal Folha de S. Paulo, que teve acesso ao documento.

De acordo com a reportagem, o documento relata que não havia sinal de álcool no sangue do rapaz - amigos do estudante afirmam que ele desapareceu ao sair para buscar uma cerveja. Foi detectada, contudo, a concentração de 1 nanograma da droga por mililitro de sangue de Victor, o que provocou intoxicação aguda. "A este quadro somou-se o afogamento, que se constituiu na causa terminal da morte", diz o laudo, assinado por três peritos.

Ainda não se sabe, porém, como o estudante chegou à raia olímpica, onde se afogou. Segundo o jornal, uma das hipóteses da polícia é de que o rapaz, alucinado, tenha caído sozinho.

Documento divulgado em junho deste ano pela Organização Mundial da Saúde caracteriza o 25B-NBOMe como uma droga com particular efeito alucinógeno vendida como LSD em muitos países (caso do Brasil). Já foram registrados casos de intoxicação pela substância nos Estados Unidos, Grã-Bretanha e Suíça - dois deles, fatais: um britânico de 19 anos e um suíço de 20 morreram em 2013 pouco depois de ingerir a droga.

Victor Hugo foi enterrado há pouco menos de um mês no Cemitério Alphacampus, em Jandira, região metropolitana de São Paulo. O estudante havia desaparecido quatro dias antes, depois de participar de uma festa organizada pelo Grêmio Politécnico, no Velódromo da USP, que reuniu cerca de 5.000 pessoas. A festa em comemoração aos 111 anos da entidade era "open bar" - com bebida alcoólica gratuita no local - e tinha ingressos que custavam entre trinta e noventa reais.

via: