NOTÍCIAS
16/10/2014 18:43 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

'A senhora foi incompetente ou conivente com a corrupção na Petrobras', dispara Aécio a Dilma no debate do SBT

ALICE VERGUEIRO/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Mais uma troca de acusações marca o debate dos presidenciáveis no segundo turno, desta vez no SBT. A presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) estão comparando nesta quinta-feira (16) qual governo — petista ou tucano — tem mais denúncias de corrupção pesando contra si.

Aécio sublinhou todos os problemas da Petrobras, como o prejuízo bilionário de compra da refinaria de Pasadena, dos Estados Unidos, a construção do Complexo Petroquímico do Rio (Comperj) com obras bilionárias sem licitação, segundo auditoria do TCU, e superfaturamento na construção da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

"A Polícia Federal investigou e vai punir, a Justiça vai julgar e o Brasil terá pela primeira vez o combate sistemático à corrupção", defendeu Dilma, voltando a relembrar os supostos escândalos de governos do PSDB que, segundo ela, não foram investigados, como a compra de votos para reeleição, o caso da Pasta Rosa e a privataria tucana.

Aécio sugeriu que, se a presidente achava que havia irregularidades, ela cometeu crime de prevaricação por não ter mandado investigar, mesmo denúncias do passado.

"Não existe uma terceira alternativa. Ou senhora foi conivente [com corrupção na estatal] ou a senhora foi incompetente na gestão da Petrobras", acusou.

Galeria de Fotos #DebateNoSBT: o 2º confronto Veja Fotos