NOTÍCIAS
15/10/2014 05:33 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

10 ataques e contra-ataques marcantes do #DebateNaBand, primeiro confronto direto entre Dilma e Aécio no segundo turno

Montagem/Estadão Conteúdo

O debate da Band desta terça-feira (14) abriu a temporada de confrontos diretos entre a presidente Dilma Rousseff (PT) e o senador Aécio Neves (PSDB) na disputa presidencial. O encontro chumbo grosso foi marcado por intensa troca de acusações entre os dois candidatos.

Líder de audiência com pico de 14 pontos, o duelo entre a petista e o tucano na TV Band confundiu muito mais que esclareceu em vários casos.

Com o recorde das palavras "leviana" e "mentiras" ditas, ambos preferiram apostar em ataques — e contra-ataques — questionáveis.

LEIA TAMBÉM:

- #DebateNaBand: Duelo aguardado entre Dilma e Aécio peca pelos excessos e frustra mais de 60 milhões de eleitores

Dilma, por exemplo, ignorou o detalhamento da Lei 10.836/2004, defendido por Aécio. Essa legislação criou o Bolsa Família a partir da unificação de programas sociais do governo Fernando Henrique Cardoso, como o Bolsa-Escola e o vale-gás. Assim, a petista preferiu ironizar a real paternidade do carro-chefe dos governos petistas.

Por outro lado, Aécio ressaltou que o Ministério Público Federal atestou a regularidade da construção do aeroporto de Cláudio (MG), questionada por Dilma. Mas, segundo a Folha, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, arquivou apenas parte da representação contra o aeroporto familiar de Aécio. O Ministério Público de Minas continua investigando se houve improbidade administrativa na realização dessa obra.

A seguir, saiba os dez ataques ou contra-ataques mais marcantes do #DebateNaBand sobre cinco temas: nepotismo, corrupção (Petrobras versus diversos escândalos relacionados ao PSDB), Armínio Fraga, Bolsa Família e aeroporto de Cláudio.

Galeria de Fotos Ataques e contra-ataques #DebateNaBand Veja Fotos