NOTÍCIAS
13/10/2014 19:29 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

Lula critica Fernando Henrique Cardoso e diz que disputa é entre ‘elite política' e ‘o direito de todo mundo' (VÍDEOS)

O ex-presidente petista Luiz Inácio Lula da Silva ainda não engoliu as declarações do seu antecessor, o tucano Fernando Henrique Cardoso, que afirmou ao portal UOL há duas semanas que “o PT está fincado nos menos informados, que coincide de ser os mais pobres”. E ele tratou de rebater a declaração, em entrevista à revista Carta Capital.

“O que o presidente Fernando Henrique Cardoso fez esses dias foi mostrar o que uma parte da elite brasileira e, sobretudo, uma parte da elite brasileira pensa do povo trabalhador desse País (...). Houve uma ascensão do Brasil, e não de uma parcela. Foi lamentável que um homem tão estudado tenha proferido uma frase tão insólita”, comentou Lula, durante conversa com o jornalista Mino Carta, dividida em duas partes.

Lula ainda falou sobre o que pensa quanto ao atual cenário eleitoral, que colocou no segundo turno mais uma vez a polarização PT x PSDB, entre a presidente Dilma Rousseff e o tucano Aécio Neves. Para o petista, a discussão passa justamente por modelos de governar, um voltado para as elites (PSDB) e outro voltado para o povo (PT).

“A visão de mundo dele é outra. Gente pobre é apenas estatística, para mim é o ser humano (...). O Brasil de hoje está infinitivamente (sic) melhor”, analisou.

Em relação às críticas que são impostas ao governo Dilma, prioritariamente no campo da política, Lula afirmou que “o mundo desenvolvido foi incompetente para combater a crise” e que a campanha de Aécio representa um retrocesso também nessa área. “O que eles dizem? É que controlar a inflação precisa ter um pouco de desemprego”.

LEIA TAMBÉM

- ‘Saco de pancada' do PT, ex-presidente Fernando Henrique Cardoso reage e critica Lula (VÍDEO)

- Aécio aponta contradições na opinião de Dilma sobre ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em programa eleitoral

- Dilma Rousseff volta a criticar Armínio Fraga, apontado como ministro da Fazenda em eventual governo de Aécio Neves

- Decepção, estratégia e retorno: O que se desenha para o futuro político de Marina Silva após as eleições presidenciais de 2014