NOTÍCIAS
13/10/2014 18:23 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

Aécio aponta contradições na opinião de Dilma sobre ex-presidente Fernando Henrique Cardoso em programa eleitoral

Montagem/Estadão Conteúdo

O candidato à Presidência Aécio Neves (PSDB) resolveu explorar contradições na opinião da presidente Dilma Rousseff (PT) sobre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. No programa eleitoral desta segunda-feira (13), Aécio mostrou a carta de Dilma endereçada a FHC há três anos.

A mensagem enviada em junho de 2011 elogiava o ex-presidente como “ministro arquiteto de um plano duradouro de saída da hiperinflação e o presidente que contribuiu decisivamente para a consolidação da estabilidade econômica”.

Neste ano, a petista vem criticando a gestão da economia durante o governo FHC, enfatizando a inflação e o desemprego como “fantasmas do passado que o povo não quer mais”.

A campanha do tucano dedicou boa parte do programa à explicação do Plano Real, criado por FHC em 1994, quando era ministro da Fazenda do governo de Itamar Franco. Aécio destacou que os investimentos em programas sociais, como o Bolsa Família, e o aumento real do salário mínimo nos último anos só se tornaram possível graças ao controle da inflação, fruto da política econômica adotada na gestão FHC e elogiada por Dilma.

A propaganda criticou ainda uma declaração do secretário de Política Econômica do Ministério da Fazenda, Márcio Holland, sugerindo que as pessoas substituam carne por frango e ovos devido à alta inflação da carne registrada neste mês.

Aécio ainda ressaltou que terá tolerância zero contra a inflação, voltou a prometer a revisão do fator previdenciário e a unificação dos impostos.

Ao final, o jingle da campanha, cantado por diversas celebridades como Zezé Di Camargo e um vídeo sobre a vida pública do tucano, também divulgado na página do Facebook, buscaram aproximá-lo da população.

Políticos aliados, como José Serra e Beto Richa, e celebridades, como Zico, Anderson Silva e Bernardinho, elogiaram o presidenciável.