NOTÍCIAS
12/10/2014 22:35 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:04 -02

"Marina não pediu cargos, não pediu ministérios", defende Aécio

reprodução

No programa eleitoral que foi ao ar na noite deste domingo, o candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, agradeceu o apoio dado horas antes pela candidata derrotada no primeiro turno, Marina Silva (PSB). "Quero agradecer aqui hoje o apoio de Marina Silva à nossa candidatura e falar para você que em troca do seu apoio Marina não pediu cargos, não pediu ministérios", afirmou o tucano após serem inseridas imagens do evento em que a ex-ministra declara apoio ao PSDB.

"Marina pediu para que levássemos adiante propostas que temos em comum como a escola em tempo integral, a sustentabilidade e o fim da reeleição para presidente. É esse o Brasil que nós queremos, onde pessoas com ideias em comum deixam as diferenças de lado e se unem para fazer um Brasil melhor para você. Marina, seja bem-vinda", acrescenta o candidato.

Antes de agradecer Marina, parte do programa de Aécio também foi dedicado às imagens em que a família de Eduardo Campos (PSB) aparece dando apoio à campanha do PSDB. A cenas foram gravadas no sábado em evento em Pernambuco e mostraram João Campos, filho do ex-governador, lendo carta escrita pela mãe, Renata, na qual diz que o "Brasil pede mudanças" e que Aécio é o candidato para levar adiante essa ideia.

"O Brasil pede mudanças. O governo que está aí tornou-se incapaz de realizá-las... Aécio, acredito na sua capacidade de diálogo e gestão", diz João Campos. Ao enfatizar que tornará "realidade os ideais de Campos", o tucano se disse candidato de políticas regionais e que o Brasil só será forte quando tiver "um Nordeste forte".