NOTÍCIAS
04/10/2014 19:34 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:03 -02

Protesto contra a homofobia reúne pelo menos 50 pessoas em frente à casa de Levy Fidelix

Montagem / Estadão Conteúdo

Manifestantes que defendem os direitos LGBT protestaram em frente a residência do candidato à presidência da República, Levy Fidelix (PRTB), no Campo Belo, zona sul de São Paulo, neste sábado (4).

Segundo a Folha de S.Paulo, a manifestação reuniu cerca de 50 pessoas, e vizinhos do candidato apoiaram os manifestantes. Fidelix não apareceu e manteve seu apartamento com as cortinas fechadas.

O evento foi articulado pelas redes sociais após as declarações homofóbicas que marcaram a campanha do candidato à presidência.

No debate transmitido pela Record, o candidato disse que era preciso "combater essa minoria" no país.

Suas declarações geraram polêmica e muita indignação. A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) pediu ao Tribunal Superior Eleitoral a cassação da candidatura de Fidelix por causa de seu discurso de ódio. A entidade também fez um requerimento de direito de resposta às declarações.

No debate da Rede Globo, transmitido na quinta-feira (2), os candidatos Eduardo Jorge (PV) e Luciana Genro (PSOL) afirmaram que Fidelix deveria pedir desculpas ao povo brasileiro por causa de suas declarações.

Photo gallery Protesto contra Fidelix See Gallery