NOTÍCIAS
03/10/2014 12:06 -03 | Atualizado 26/01/2017 20:57 -02

Amistosos da Seleção: Goulart é cortado e Kaká é convocado por Dunga

MARCELLO ZAMBRANA/AGIF/ESTADÃO CONTEÚDO

Quando convocou jogadores de Corinthians e Cruzeiro para a Seleção Brasileira, Dunga foi criticado por, supostamente, favorecer o São Paulo, que não teria desfalques no Brasileirão. O treinador, porém, tratou de mostrar que não há nada disso. Nesta sexta-feira, ele chamou Kaká para substituir Ricardo Goulart no grupo que viaja à Ásia. Souza já havia sido convocado, quinta, para o lugar de Ramires.

O anúncio da convocação de Kaká foi feito pelo São Paulo, que recebeu aviso de Gilmar Rinaldi (coordenador de seleções da CBF - Confederação Brasileira de Futebol) na manhã desta sexta-feira, enquanto o elenco treinava no CT da Barra Funda. Também é do São Paulo a informação de que o meia foi chamado para o lugar de Ricardo Goulart, do Cruzeiro, que sofreu um estiramento muscular no treino desta sexta.

Kaká não era chamado à Seleção Brasileira desde o começo do ano passado, quando participou de amistosos contra Itália e Rússia, sem agradar a Felipão. Desde a Copa do Mundo de 2010, só jogou cinco vezes pela Seleção, entre outubro de 2012 e março de 2013. Agora, ganha nova chance com Dunga, aos 32 anos.

Na quinta, o treinador havia feito outras duas alterações na lista para os amistosos contra Argentina (dia 11, em Pequim) e Japão (dia 14, em Cingapura). Cortou Ramires e chamou, para o seu lugar, o estreante Souza, volante do São Paulo. Jefferson, mesmo machucado, segue convocado, mas o goleiro Marcelo Grohe, do Grêmio, foi chamado para ficar à disposição em caso de o botafoguense ser vetado.

Servindo à Seleção, Kaká vai desfalcar o São Paulo em três partidas. Pelo Brasileirão, não pega o Atlético-PR, dia 8, no Morumbi, nem o Atlético-MG, quatro dias depois, em jogo inicialmente marcado para o Independência. Depois, será problema para Muricy Ramalho contra o Huachipato, no Chile, dia 15, pelas oitavas de final da Copa sul-americana.

"Nós sempre queremos que os nossos atletas sejam convocados. Eu já cumprimentei o Kaká pela convocação, foi muito merecida, e estamos torcendo para que no futuro outros jogadores também sejam chamados, como o Ganso, Pato, Kardec e o Denilson. Não temos incômodo nenhum com essa convocação", disse o vice de futebol, Ataíde Gil Guerreiro.

O dirigente ficou na bronca pelo fato de o Brasileirão não parar. "O que reclamamos é a desorganização na CBF, essa bagunça. O comando deveria estar no clube. Existe um desrespeito com datas Fifa e datas de eleição. Sei que a desorganização não é de agora, mas estamos na reta final do Brasileiro e da Sul-Americana e vamos ficar sem nossos atletas.

Photo galleryKaká - retrospectiva de sua carreira See Gallery