NOTÍCIAS
18/09/2014 19:44 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Gallo convoca seleção olímpica e 'poupa' o Cruzeiro

FÁBIO MOTTA/ESTADÃO CONTEÚDO

O técnico Alexandre Gallo convocou nesta quinta-feira a seleção brasileira Sub-21 para dois amistosos que serão disputados no próximo mês, em mais uma etapa de preparação da equipe para o torneio de futebol dos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016. E apesar de manter a base dos jogos anteriores, o treinador chamou algumas novidades e "poupou" o Cruzeiro, mas não fez o mesmo com o Botafogo, que cederá dois goleiros para as seleções principal e olímpica do Brasil em outubro.

Na série de amistosos anteriores, Gallo convocou o volante Lucas Silva e o meia Alisson, importantes jogadores do time mineiro. Dessa vez, porém, o treinador não chamou nenhum deles, se lembrando apenas do goleiro reserva Georgemy. Assim, o Cruzeiro, que já estará desfalcado pela seleção principal em razão das convocações de Everton Ribeiro e Ricardo Goulart por Dunga, não perderá mais um titular para o Brasil - o atacante Marcelo Moreno, porém, poderá ser convocado pela Bolívia.

Já o Botafogo não teve a mesma "sorte". Após Jefferson ser convocado para defender a seleção brasileira principal, Gallo chamou o seu reserva imediato, Andrey, para os amistosos da equipe Sub-21. Assim, Vagner Mancini terá que escalar Helton Leite ou Renan enquanto os dois jogadores estiverem defendendo o Brasil.

Além de Georgemy e Andrey, a lista de convocados divulgada por Gallo tem outras novidades em comparação com os amistosos disputados no Catar. O treinador chamou os zagueiros Samir, do Flamengo, e Nathan, do Palmeiras, o centroavante Thalles, além do lateral-direito Claudio Winck, do Internacional, dos meias Matheus Biteco, do Grêmio, Fred, do Shakhtar Donetsk, e Talisca, do Benfica. Outra novidade da relação de Gallo é o atacante Felipe Gedoz, do Brugge.

Talisca ficou fora dos amistosos da seleção olímpica no Catar, mas já havia sido convocado anteriormente para defender o Brasil por Gallo, tendo participado da conquista do título do Torneio de Toulon no ano passado. Já a convocação de Gedoz pode ser vista como uma tentativa de evitar a sua naturalização para jogar pela seleção uruguaia - ele se destacou no Defensor na última Copa Libertadores antes de se transferir para o futebol belga.

De resto, a lista mantém a base dos três amistosos disputados no Catar em setembro. Assim, o treinador voltou a chamar nomes como os atacantes Ademilson, do São Paulo, e Vinicius Araújo, do Standard Liège, o zagueiro Dória, do Olympique de Marselha, e o meia Rafinha Alcântara, do Barcelona.

Após divulgar a lista de convocados, Gallo revelou que o primeiro dos dois amistosos que a seleção olímpica do Brasil fará em outubro será no dia 10, em Cuiabá, diante da Bolívia. O segundo adversário ainda não foi definido.

Confira a lista de convocados da seleção olímpica do Brasil:

Goleiros: Andrey (Botafogo), Jacksson (Internacional) e Georgemy (Cruzeiro)

Zagueiros: Dória (Olympique de Marselha), Wallace (Mônaco), Samir(Flamengo) e Nathan (Palmeiras)

Laterais: Fabinho (Mônaco), Claudio Winck (Internacional), Wendell (Bayer Leverkusen) e Douglas Santos (Atlético Mineiro).

Meio-campistas: Alison (Santos), Matheus Biteco (Grêmio), Danilo (Braga), Fred (Shakhtar Donetsk), Rafinha Alcântara (Barcelona) e Talisca (Benfica)

Atacantes: Ademílson (São Paulo), Luan (Grêmio), Thalles (Vasco), Douglas Coutinho(Atlético Paranaense), Vinicius Araújo (Standard Liége) e Felipe Gedoz (Brugge)