NOTÍCIAS
15/09/2014 23:47 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:12 -02

Teuto faz recall de 5 remédios; paracetamol, antidepressivo e remédio para colesterol tiveram embalagens trocadas

A farmacêutica Teuto anunciou um recall de cinco medicamentos nesta segunda (15). As informações são do Ministério da Justiça.

De acordo com a empresa, foram identificados trocas de embalagens de medicamentos e objetos metálicos dentro dos comprimidos, o põe em risco a saúde dos usuários. O recall envolve cerca de 150 mil caixas de remédio de cinco substâncias.

Confira se você utiliza alguma delas abaixo:

1. Paracetamol 500 mg

O recall abrange 15.141 produtos, fabricados entre 11 e 12/12/2013. O número do lote é o 1998101.

A empresa disse que foi constatada a possibilidade de ser encontrada a presença de um objeto metálico semelhante a um parafuso dentro dos comprimidos.

2. Amitriptilina HCL 25 mg

A empresa informou que 10.271 produtos foram afetados. O lote é o 8910019, fabricado entre 14/2/14 e 15/2/14.

O antidepressivo foi trocado por Metformina 850 mg, utilizado para o tratamento da diabetes.

3. Atrovastatina Cálcica 20 mg

Os 4822 produtos com numeração de lote 6909006 fabricados entre 17 e 21 de janeiro traziam em sua embalagem pílulas com dosagem de 10 mg. "Caso o consumidor não perceba o desvio, pode fazer uso do produto com dosagem inferior à prescrita. Como implicação, o uso pode comprometer o tratamento de controle de colesterol.

4. Cetoconazol 200 mg 30 comprimidos

O recall abrange 105.314 produtos. O pacote pode ter sido embalado com o medicamento Atenolol 100 mg em vez do produto correto. Além de comprometer o tratamento profilático de infecções micóticas, se o paciente tomar o Atenolol no lugar do Cetoconazol, pode ter diminuição da pressão arterial.

O lote comprometido é o 1048105, fabricado em 25/6/2013.

5. Nistatina 25.000UI/G creme Vaginal

A empresa anunciou que 13.993 unidades do produto pertencentes ao lote 8910019 fabricados entre 14/2 e 15/2 de 2014 tiveram o conteúdo da embalagem trocados. No lugar o creme, veio Sulfato de Neomicina + Bactracina Zínica. De acordo com a Teuto, o uso equivocado pode comprometer o tratamento de candidíase vaginal do paciente.