NOTÍCIAS
12/09/2014 11:18 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:03 -02

Dilma recupera votos entre os mais ricos, mas Marina e Aécio ainda são os preferidos desses eleitores

Montagem/Estadão

A candidata à reeleição Dilma Roussef(PT) cresceu quatro pontos percentuais entre os brasileiros mais ricos, chegando a 26% das intenções de voto do eleitorado que ganha acima de dez de salários mínimos. Marina Silva (PSB) teve queda de nove pontos percentuais, decrescendo para 32%. Ela está empatada tecnicamente com Aécio Neves, que cresceu seis pontos, chegando a 31%, segundo pesquisa Datafolha divulgada na quarta (10).

Nos últimos dias, a campanha da petista tem se esforçado para rotular Marina como a “candidata dos banqueiros”, tentando ligar a pessebista ao banco Itaú. Ainda assim, quem cresceu entre o eleitorado dos mais ricos foi a própria candidata do PT.

No grupo de brasileiros que ganham de cinco até dez salários mínimos, Marina caiu de 42% para 38%, Dilma oscilou de 25% para 26% e Aécio permaneceu com 21%.

Dos que ganham de dois a cinco salários, Marina aparece com 38%, à frente de Dilma, com 33%, e Aécio, com 16%. Entre os que recebem até dois salários, Dilma continua liderando a corrida presidencial com 43% das intenções de voto. Marina vem em seguida, com 29%, e Aécio, com 10%.

Escolaridade

A maior diferença percentual entre os candidatos aparece no recorte pela escolaridade: 42% dos brasileiros graduados pretendem votar em Marina. Já Aécio e Dilma aparecem empatados — ambos têm 22% da preferência dos eleitores formados.

Entre os estudantes de ensino médio, a candidata do PSB lidera com 36%, pequena vantagem em relação aos 33% da candidata do PT. O candidato do PSDB tem 16%.

Entre os que estudaram até a oitava série, Dilma lidera com 45%, seguida por Marina, com 26%, e Aécio, com 11%.

LEIA TAMBÉM:

- Dilma Rousseff e Marina Silva empatam no 2º turno, diz pesquisa eleitoral do Datafolha

- Aécio acredita que vai para o segundo turno, mesmo atrás de Dilma e Marina nas pesquisas

Região e Idade

Quando analisamos a preferência dos eleitores por região, Dilma recuperou dez pontos percentuais, passando de 38% para 48% no Norte, reduto de Marina, que se manteve constante com 32%. O crescimento da petista foi impulsionado pela queda de quatro pontos de Aécio, que passou de 14% para 10%, e pela redução do número de eleitores indecisos.

A candidata do PT também se manteve à frente da disputa no eleitorado sulista e nordestino, enquanto a candidata do PSB lidera no eleitorado do Centro-Oeste e do Sudeste.

Quanto à faixa etária, Dilma ultrapassou Marina na intenção de voto dos brasileiros de 35 a 44 anos. Na pesquisa anterior, elas estavam empatadas em 35%. Agora, Dilma tem 37% e Marina, 31%. O tucano oscilou de 13% para 14%.

Nas intenções de voto dos brasileiros de 45 a 59 anos, Dilma lidera com 37%, seguida de Marina, com 29%, e Aécio, com 16%.

Por outro lado, entre os jovens, Marina é a preferida com 38%, seguida de Dilma, com 32%, e Aécio, com 15%.

Os dados são da última pesquisa eleitoral Datafolha (10), divulgadas na quarta (10), e foram tabulados pelo site G1.