NOTÍCIAS
06/09/2014 19:58 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

US Open: Marin Cilic derrota Roger Federer e garante final inédita em Grand Slam

Ray Stubblebine / Reuters

Depois de ver o japonês Kei Nishikori derrotar o líder do ranking mundial, o sérvio Novak Djokovic, em uma das semifinais do US Open, o público que lotou as arquibancadas do Arthur Ashe Stadium, viu mais uma zebra passear em Nova York.

O croata Marin Cilic derrotou o suíço Roger Federer, nº 3 do mundo e pentacampeão do torneio, por inapeláveis 3 sets a 0, com parciais de 6/3, 6/4 e 6/4. Assim, ao invés de ver um clássico do tênis na final da competição, os estadunidenses irão acompanhar, neste domingo (7), a uma decisão inédita, que irá consagrar um novo campeão de Grand Slam.

Cilic, 14º colocado no ranking mundial da ATP (Associação dos Tenistas Profissionais), e o japonês Nishikori (10º do mundo) também quebrarão, ao decidirem a competição - que ao lado do Aberto da Austrália, de Wimbledon e de Roland Garros, é um dos quatro torneios mais importantes do circuito mundial de tênis profissional - uma escrita: desde 2003, o US Open sempre contou, na final, com um dos três tenistas mais importantes da atualidade, Roger Federer, Novak Djokovic e o espanhol Rafael Nadal.

A inesperada derrota para o tenista croata também frustrou a tentativa de Federer superar Nadal no ranking mundial - para alcançar o segundo posto, ocupado pelo espanhol, o suíço teria que vencer a competição.

A grande decisão do torneio será disputada neste domingo, às 20 horas (horário de Brasília).