NOTÍCIAS
05/09/2014 12:24 -03 | Atualizado 26/01/2017 22:02 -02

Aécio, Dilma e Marina: por que votar ou não votar em cada um dos presidenciáveis de 2014

Paulo Whitaker/Reuters

Há bons motivos para votar em cada um dos candidatos à Presidência. E, dependendo de suas convicções como eleitor, razões para não votar neles de jeito nenhum. Para ajudar na sua escolha para o dia 5 de outubro, montamos uma balança para pesar os prós e contras de Aécio, Dilma e Marina.

Por que votar em Aécio Neves | Por que não votar em Aécio Neves

Por que votar em Dilma Rousseff | Por que não votar em Dilma Rousseff

Por que votar em Marina Silva | Por que não votar em Marina Silva

Para cada candidato, uma balança. Em cada prato dessas balanças, uma lista em formato de slideshow com os melhores (ou piores) argumentos sobre cada um. Esperamos que você participe deixando sugestões e críticas nas caixas de comentários no pé de cada prato dessas balanças _para isso você deve estar conectado em sua conta do Facebook.

Em nome da imparcialidade, as listas começam com o mesmo número itens por candidato em cada prato: 6 a favor e 6 contra as duas líderes nas pesquisas — Dilma e Marina —, e 5 a favor e 5 contra Aécio, que está na terceira posição. Nos ativemos a esses três nomes porque são os candidatos dos três partidos com maior representatividade no Congresso Nacional, entre os que estão na disputa presidencial, e porque são os que mais pontuam nas pesquisas eleitorais.

As balanças podem perder esse equilíbrio com a intensificação da campanha. Afinal, é comum que a quantidade de contradições e gafes aumente na reta final de uma eleição. Tentaremos manter o equilíbrio da balança de cada candidato na medida do possível.

Entretanto, nem sempre que surgir uma denúncia bem fundamentada contra um deles vamos conseguir encontrar uma realização ou compromisso importante desse mesmo candidato que consiga contrabalançar as coisas. Contamos com sua compreensão caso isso aconteça. E acima de tudo, com a sua participação, com argumentos objetivos, civilidade e espírito democrático.