NOTÍCIAS
26/08/2014 23:15 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:53 -02

Marina Silva critica discurso de luta de classes: 'O problema não é a elite do Brasil, é a falta dela'

MARCOS BEZERRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A candidata Marina Silva (PSB) criticou o discurso de luta de classes estimulado pelo PT, sem fazer referência ao partido. Questionada pelo candidato Levy Fidelix (PRTB) sobre sua relação com banqueiros e empresários, a ex-ministra julgou tacanha a visão de "combater pessoas com rótulos".

"Eu não tenho preconceito contra a condição socioeconômica e social de quem quer que seja", defendeu Marina, no debate dos presidenciáveis da Band na noite desta terça-feira (26).

"O problema do Brasil não é a sua elite, é a falta dela", disse. "Quero governar o Brasil unindo e não apartando pessoas."

Ela demonstrou estar mais afinada com o agronegócio, setor que ela admite estar gerando emprego e corresponder a parcela expressiva do PIB brasileiro.

"Agora é focar na sustentabilidade econômica, como a maior parte do setor já quer fazer; falta só mudar alguns produtores de visão atrasada", afirmou.

Galeria de Fotos Todas as cenas do #DebateDaBand Veja Fotos