NOTÍCIAS
26/08/2014 18:24 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:53 -02

Ibope: Furacão Marina Silva provoca efeito devastador nas candidaturas de Aécio Neves e Dilma Rousseff

Montagem/Estadão Conteúdo

A nova pesquisa eleitoral do Ibope mostra que o presidenciável Aécio Neves (PSDB) estava equivocado ao minimizar o potencial da adversária Marina Silva (PSB) e compará-la a uma "onda". Os números divulgados hoje (26) confirmam a tese da revista Veja e do colunista Ricardo Noblat, do jornal O Globo, que chamaram a ex-senadora de "furacão".

Segundo a pesquisa encomendada pela TV Globo e pelo Jornal O Estado de S. Paulo, Marina se isolou no segundo lugar, bem à frente de Aécio e encostando na presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição. Dilma tem 34% das intenções de voto, Marina tem 29% e Aécio, 19%.

Entre os partidos nanicos, pontuaram apenas Pastor Everaldo (PSC) e Luciana Genro (PSOL), ambos com 1%.

A proporção de votos brancos e nulos é de 7%. A quantidade de indecisos é de 8%.

Vitória de Marina no 2º turno

Além de abalar a candidatura de Aécio, a ambientalista garante a vitória ante a atual presidente em um eventual segundo turno, segundo o Ibope.

Marina tem 45% das intenções de voto contra 36% de Dilma.

Se fossem para a disputa no segundo turno o tucano e a petista, Dilma venceria com 41% contra 35% de Aécio

De acordo com análise feita pelo Estadão, Marina "tirou voto de tudo e de todos": caíram as taxas de indecisos, de votos brancos e nulos, dos nanicos e, especialmente, as intenções de voto em Dilma e Aécio – quatro pontos tirados tanto da petista quanto do tucano.

O Ibope ouviu 2.506 pessoas em 175 municípios brasileiros de 23 a 25 de agosto.

A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) com o número BR428/2014.

LEIA MAIS:

- Marina Silva empata com Dilma Rousseff no 2º turno e está mais competitiva que Aécio Neves, aponta Datafolha

- Presidenciáveis participam na Rede Bandeirantes do 1º debate destas eleições na TV nesta terça-feira (VÍDEO)

Mudança após entrada de Marina

Com Eduardo Campos na corrida presidencial, o cenário era bem diferente. O ex-governador de Pernambuco morreu em acidente aéreo no dia 13 de agosto e foi substituído na chapa presidencial do PSB por Marina, que era sua candidata a vice.

Na última pesquisa Ibope, feita no início deste mês, Dilma liderava com uma certa distância de seus rivais, com 38% de intenções de voto. Logo atrás, vinha Aécio, com 23%. Campos não chegava a dois dígitos – 9%.

Sem Marina, esta era a sequência de gráficos das pesquisas do Ibope (clique nos pontos para saber o percentual de intenção de votos):