NOTÍCIAS
23/08/2014 12:22 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Black Run: corredores de rua promovem homenagem a idoso atropelado na USP

Reprodução/Facebook

Cerca de 200 pessoas vestidas de preto saíram do clube Paineiras, no Morumbi (zona oeste de São Paulo) para uma corrida rumo à USP às 8h deste sábado (23).

No lugar de marcas de grifes de esporte ou números de inscrição dos maratonistas, as camisetas estavam estampadas com a palavra "Luto".

Por quê? A manifestação, batizada de "Black Run - Respeito ao atleta de rua", foi organizada para homenagear o analista de sistemas Álvaro Teno, de 67 anos. Teno corria dentro da universidade quando foi atropelado e morreu.

A corrida-homenagem, durou cerca de uma hora até chegar na USP. Ali, várias pessoas se reuniram na praça do Relógio, ponto de encontro da universidade.

Familiares da vítima e atletas da USP realizaram um abraço coletivo e uma oração em homenagem a Teno.

"Este é um ato para pedir respeito ao atleta de rua que corre, anda de patins, de bicicleta, de skate", disse Ricardo Aires, 44, um dos organizadores do ato à Folha de S.Paulo.

Veja imagens da Black Run, que aconteceu na manhã deste sábado (23)

Galeria de Fotos Black Run - Respeito ao atleta de rua Veja Fotos

Além de Teno, mais quatro pessoas foram atropeladas. Elas não correm risco de morte. O atropelador, Luiz Antônio Conceição Machado, foi preso em flagrante no mesmo dia acidente, acusado de homicídio culposo, lesão corporal e embriaguez ao volante.

Na segunda-feira (18), o pedreiro foi transferido para o CDP (Centro de Detenção Provisória) de Pinheiros, depois de a Justiça acatar determinação do Ministério Público de que de que há indícios de homicídio doloso (com intenção) no crime.