NOTÍCIAS
20/08/2014 09:42 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Candidato ao governo do Rio de Janeiro é criticado após publicar quiz no Facebook perguntando o doce preferido dele

Em uma tentativa de emplacar sua campanha para o governo do Rio de Janeiro, o candidato Luiz Fernando Pezão (PMDB) publicou em seu perfil no Facebook um quiz perguntando a seus seguidores qual era o doce favorito dele.

O post causou tanta repercussão que rendeu até um tumblr, ironizado a campanha do candidato, com referências a outros doces e jogos infantis, como liga pontos e jogo dos sete erros.

No lugar das opções "pé de moleque", "pudim" e "goiabada com queijo", as respostas mais recorrentes foram críticas à enquete. O post foi compartilhado por mais de 1.500 usuários, em geral, surpresos ou revoltados com a brincadeira do candidato.

Um comentário no próprio post recebeu mais de 400 curtidas. Ele questiona a relevância do quiz e pergunta dos programas de governo do candidato. "O que você come eu não faço ideia, mas não acho que seja isso que vai ser o necessário para governar o estado." Os responsáveis pela página de Pezão responderam que os projetos podem ser acompanhados tanto na página do Facebook quanto no site, mas não detalhou propostas.

Em outro comentário, que também questiona o que o gosto de Pezão com doces tem a ver com a política do Rio de Janeiro, o candidato tentou amenizar a polêmica. "É apenas uma brincadeira! Gosto da proximidade e de ouvir cada um de vocês de perto! Tenha certeza que vamos seguir trabalhando forte por um Rio cada vez melhor para todos, em todas as regiões", respondeu. Em seguida, veio a tréplica: "a atual situação não está para brincadeira, um pouquinho de seriedade isso não é show de celebridade", escreveu um dos usuários da rede.

Na última pesquisa Datafolha, Luiz Fernando Pezão (PMDB) tinha 16% da intenções de voto para governado do Rio de Janeiro. Ele está tecnicamente empatado comMarcelo Crivella (PRB), que tem 18%, e atrás de Anthony Garotinho (PR), que está na liderança, com 26%.

Pezão assumiu o governo do estado após a renúncia de Sérgio Cabral (PMDB). O ex-governador foi um um dos principais alvos das manifestações no Rio desde junho de 2013. A residência de Cabral, no Leblon, bairro nobre da zona zul, chegou a ser ocupada por um acampamento de ativistas, em ação batizada de "Ocupa Cabral".

Galeria de Fotos Tumblr ironiza campanha de Pezão Veja Fotos