NOTÍCIAS
15/08/2014 19:31 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Estudo revela que, de 162 países, apenas 11 não estão em guerra no mundo hoje

Ben Curtis/AP

Nos últimos tempos, ler o jornal se tornou uma experiência entristecedora e revoltante. Só tem desgraça: bombardeios em Gaza, conflitos com separatistas na Ucrânia, o brutal avanço do Estado Islâmico no Iraque e na Síria... Às vezes parece que o mundo inteiro está em guerra.

Mas o pior é que, de acordo com especialistas, isso é verdade. De 162 países estudados pelo IEP (Institute for Economics and Peace's), apenas 11 não estão envolvidos em nenhum tipo de guerra.

Para ficar ainda mais complicado: desde 2007, o mundo está ano a ano cada vez menos pacífico, como explica esta reportagem do Independent.

"Ah, mas a Inglaterra não está em guerra. Nem a Alemanha"... Que nada. Apesar de não haver nenhuma guerra em curso dentro do país, os ingleses se envolveram conflitos como o do Afeganistão.

O critério básico para ranquear os países é o envolvimento em "incompatibilidades concernentes ao governo ou ao território, em que o uso de força armada entre duas partes - quando ao menos uma delas seja o governo de um Estado - resulte em ao menos 25 mortes relacionadas a confrontos por ano".

A boa notícia é que, assim como a Suíça, o Japão e o Chile, o Brasil não está, segundo o IEP, envolvido em nenhum tipo de conflito. Apenas seis países no mundo fazem parte desse seleto grupo.

Veja o mapa completo no site.

É lógico que, quando observamos outros indicadores como a criminalidade, a população carcerária e a facilidade de acesso a armas, o Brasil cai muito na colocação geral. Se observarmos o ranking de paz global, ficamos em 91º - na metade de baixo da lista cujos extremos são a Islândia (1º) e a Síria (162º).

Veja, abaixo, um vídeo do IEP explicando o panorama da violência no mundo: