NOTÍCIAS
15/08/2014 12:32 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Brasil vence EUA de virada e garante vaga antecipada à fase final do Grand Prix

Divulgação / FIVB

Desta vez não foi fácil e o Brasil passou um enorme sufoco para vencer os Estados Unidos, potência do vôlei feminino, no Grand Prix. Mas após cinco sets, o triunfo, de virada, ficou com a seleção brasileira, em uma vitória por 3 a 2, que valeu a vaga antecipada à fase final da competição. O duelo, disputado em Bangcoc, na Tailândia, registrou as parciais de 29/31, 22/25, 25/22, 25/19 e 15/10 a favor do Brasil e marcou a segunda vitória sobre as norte-americanas na competição – após sete partidas, a equipe comandada por José Roberto Guimarães segue invicta.

Quem ligou a televisão para acompanhar a partida do Brasil com algum atraso na manhã desta sexta-feira levou um susto. Afinal, os EUA venceram os dois primeiros sets, surpreendendo a equipe que vinha atropelando todos seus adversários no torneio, que serve de preparação para o Campeonato Mundial, a partir de setembro, na Itália.

Comandada pela oposta Kelly Murphy, maior pontuadora da partida, com 26 pontos, os Estados Unidos vinham impondo ao Brasil um inesperado revés, no jogo que abriu a terceira etapa da primeira fase do Grand Prix.

Com as bicampeões olímpicas Thaisa e Sheila inspiradas (a primeira anotou 23 pontos e a segunda, 20), no entanto, o Brasil equilibrou a partida, venceu os dois sets seguintes e definiu a partida no tie-break, conquistando uma vitória de virada que ratifica o favoritismo da equipe no torneio.

Na entrevista coletiva pós-jogo, Karch Kiraly, treinador dos Estados Unidos, se mostrou desapontado com a derrota de sua equipe. "Tivemos algumas melhorias em relação ao último fim de semana, mas não foi suficiente". José Roberto Guimarães, por outro lado, celebrou a evolução de sua seleção ao longo da partida. "No início do jogo, não jogamos tão bem, mas a partir do terceiro set nós começamos a melhorar", disse, ressaltando que, no fim das contas, o Brasil foi "merecedor" do triunfo.

Neste sábado, o Brasil enfrenta a República Dominicana e fecha sua participação na etapa tailandesa do Grand Prix contra as donas da casa no domingo. A partir do dia 20 de agosto, a disputa é pra valer, quando será disputada a fase final do torneio, em Tóquio.

Divulgação / FIVB

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost