NOTÍCIAS
12/08/2014 13:12 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:52 -02

Curdos se penduram em helicóptero para escapar das montanhas do norte do Iraque

Desde o início da ofensiva militar do grupo jihadista Estado Islâmico no norte do Iraque, milhares de curdos tiveram de fugir de suas cidades para as montanhas de Sinjar.

Devastados pela fome e pela sede, os curdos da minoria yazidi tentam atravessar a região montanhosa para chegar ao território autônomo do Curdistão por meio da Síria, diz o New York Times.

O repórter da BBC, Jyiar Gol, flagrou uma cena que ilustra a terrível situação dos fugitivos.

Desesperados, os yazidis tentam se agarrar em um helicóptero para tentar fugir das montanhas do norte do Iraque, encurraladas pelo cerco Estado Islâmico às montanhas.

O piloto nem chega a aterrissar, quando dezenas de homens, mulheres e crianças se pisoteiam para conseguir embarcar e fugir da sede e da fome.

Uma jovem adulta se pendura nos estribos da aeronave durante a decolagem e arrisca a própria vida para tentar escapar das montanhas.

Assista o vídeo produzido pela BBC:

ENTENDA

Os yazidis são uma minoria de etnia curda que vivem no norte do Iraque. Sua religião combina elementos do zoroastrismo com o sufismo. Como diz reportagem da The Economist, uma de suas sete divindades principais é um anjo caído. Por isso, mesmo muçulmanos moderados têm dificuldade para aceitar a fé yazidi, os enxergando como "adoradores do diabo".

Como noticiou o Telegraph, vilarejos yazidis dominados militantes do grupo fundamentalista Estado Islâmico têm duas opções: ou se convertem ao islã, ou morrem.

Hoje, calcula-se que haja cerca de 600.000 adeptos da religião no mundo; distribuídos principalmente entre o Iraque, o Irã, a Turquia e a Síria.

LEIA MAIS

- Estado Islâmico decapita e crucifica oponentes em avanço no leste da Síria

- Estado Islâmico matou 500 curdos Yazidi e enterrou algumas vítimas vivas, denuncia Iraque

- Estados Unidos bombardeiam norte do Iraque para conter avanço do Estado Islâmico (FOTOS)