NOTÍCIAS
12/08/2014 11:41 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:47 -02

Condenado no mensalão, José Genoino é liberado para cumprir pena em casa

Felipe Rau/Estadão Conteúdo

Condenado no julgamento do mensalão, o ex-deputado do PT José Genoino foi liberado pela justiça do Distrito Federal para cumprir pena em prisão domiciliar.

Genoino deixou na manhã de terça-feira (12) o presídio da Papuda, em Brasília, e foi autorizado pela Vara de Execuções de Penas e Medidas Alternativas (Vepema) do Distrito Federal a sair do regime semiaberto para aberto, de acordo com o jornal O Estado de S. Paulo.

O Petista foi condenado a 4 anos e 8 meses de prisão por corrupção ativa. A Justiça reconheceu ele teria direito de mudar de regime por já ter cumprido um sexto da pena imposta pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, os advogados do ex-deputado não informaram se ele cumprirá pena em casa alugada em bairro nobre de Brasília ou na residência de uma de suas filhas.

O ex-tesoureiro do PL Jacinto Lamas também foi autorizado pela justiça do Distrito Federal a cumprir pena em prisão domiciliar. Ele foi condenado a 5 anos de prisão por lavagem de dinheiro trabalhava fora do presídio.

Novas regras

A partir de agora, Genoíno e Lamas terão de voltar para casa, no máximo até as 21 horas e só podem sair a partir das 5 horas da manhã. Eles não podem ir a bares nem a prostíbulos e não podem encontrar outras pessoas que também cumprem pena. Caso não cumpram as regras, eles podem voltar ao regime semiaberto.

LEIA MAIS

- Procurador da República é favorável à prisão domiciliar para José Genoino

- Sem Joaquim Barbosa, Supremo rejeita prisão domiciliar para José Genoino