NOTÍCIAS
11/08/2014 12:07 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:47 -02

Sete motivos pelos quais o mundo não está tão ferrado

Se você tiver acompanhado o noticiário recentemente, pode estar com a sensação de que o mundo está caindo aos pedaços. Das mortes em Gaza e Israel ao à violência crescente no Iraque , parece que estamos num interminável período de realidades tristes.

Apesar das más notícias nas manchetes, isso não significa que essas sejam as únicas histórias acontecendo no mundo. O céu não está caindo – e não é difícil achar provas disso.

Incríveis avanços na medicina acontecem diariamente

  • Todos os dias na África, mais de 1.500 crianças morrem de malária -- mas esse pode não ser o caso por muito mais tempo. Uma empresa farmacêutica está aguardando aprovação regulatória para um novo remédio que poder ser a primeira vacina do mundo contra a doença. Segundo a revista Time, a vacina pode estar disponível para o público no período de um ano.
  • Uma droga experimental para a hepatite C curou mais de 95% dos doentes durante os testes. Agora ela espera pela aprovação da FDA, e poder ser uma forma mais barata de tratar a doença do que os remédio no mercado hoje.
  • Um adolescente de 19 anos de Chicago pode estar no caminho da descoberta de uma cura para o câncer de cólon. Sua vacina experimental teve 100% de eficácia na cura de ratos jovens com tumores malignos.

A igualdade para LGBT dá largos passos

  • Em 1º de agosto, Uganda derrubou sua draconiana lei anti-homossexual, o que fez punia atos homossexuais com prisão perpétua.
  • A ONU anunciou no mês passado que vai reconhecer os casamentos do mesmo sexo de todos os seus funcionários, independentemente das leis em seus países de origem
  • Nos últimos dez anos, 21 Estados e o Distrito de Colúmbia passaram a reconhecer o casamento homossexual.

Programas para erradicar a pobreza estão funcionando

Proteger o meio ambiente é cada vez mais popular

  • As Filipinas estão pegando o bonde do movimento de veículos elétricos -- ou, neste caso, dos triciclos-táxi elétricos. Numa tentativa de reduzir a poluição urbana, o país investiu em 100 000 triciclos movidos a energia elétrica, que serão usados a partir de 2016, segundo a Fast Company.
  • Se você ainda não ouviu falar da Tesla, já está mais que na hora companhia de carros elétricos está provando que um negócio verde não é apenas possível, é extremamente rentável e tem o potencial de causar ruptura numa indústria automobilística viciada em gasolina.
  • Guardando e trocando sementes, agricultores indígenas peruanos estão se unindo para combater a mudança climática e diversificar a sua produção agrícola. A expectativa é que, por meio da colaboração, eles possam identificar as variedades mais fortes e resilientes e fomentar a biodiversidade em todo o país.

Os direitos das mulheres estão melhorando

  • Em julho de 2014, as mulheres sauditas passaram a poder votar e a concorrer a cargos em eleições municipais. Isso significa que elas vão poder votar nas próximas eleições, em 2015.
  • O Egito criminalizou o assédio sexual no mês passado, com uma lei que pode mandar criminosos para a prisão por até cinco anosE, na semana passada, dezenas de civis foram às ruas para protestar contra o assédio nas rua e a violência contra as mulheres.
  • Em 1.o de agosto, o Alto Comissariado da ONU para Refugiados realizou a primeira conferência internacional para tratar da perseguição por gêneros. Agora as mulheres podem pedir asilo por causa da violência de gênero.

Novas tecnologias estão melhorando a vida das pessoas

  • Vítimas da guerra no Sudão estão recebendo ajuda de uma empresa de Los Angeles que usa impressoras 3D para produzir próteses de baixo custo.
  • As pessoas na Zâmbia que têm celulares, mas não têm acesso à internet, passarão a ter acesso a serviços de saúde e educação on-line, graças a um aplicativo recém-lançado pelo Facebook. A empresa diz que planeja expandir o programa a outros países.
  • Pesquisadores do Media Lab, do MIT, trabalham num dispositivo chamado “FingerReader”, que escaneia e lê em voz alta textos impressos. Segundo seus criadores, o aparelho “pode ajudar os deficientes visuais a ler de tudo, de livros a cardápios e formulários médicos e, assim, aumentar a auto-suficiência das pessoas com deficiência visual”.

Pessoas comuns estão encontrando soluções inovadoras para problemas complexos

  • Quatro estudantes de MBA da Universidade McGill, no Canadá, podem ter descoberto uma cura inesperada para a fome: a criação de insetos. Os alunos estão testando a ideia em um programa piloto em GanaEles ensinam agricultores a criar pequenos insetos chamados gorgulhos de palmeira.
  • Um indiano chamado Mansukh Prajapati criou um novo tipo de geladeira que mantém a temperatura sem eletricidade . A geladeira custa cerca de 50 dólares e pode ser um divisor de águas para o meio ambiente e para as comunidades sem acesso a energia elétrica.
  • Em Goma, uma cidade na República Democrática do Congo que já foi chamada de “capital mundial do estupro”, um grupo de mulheres está tomando o controle de suas vidas. Elas estudaram mecânica e abriram uma oficina – saindo da pobreza e ganhando força.