NOTÍCIAS
08/08/2014 18:45 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:45 -02

Governo reconhece situação de emergência em 15 cidades

Alvarélio Kurossu/RBS/Estadão Conteúdo

O governo federal reconheceu nesta sexta-feira (8) situação de emergência em 15 municípios do País afetados por problemas causados por chuvas intensas, granizo, inundações ou estiagem. A decisão está em portaria da Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil publicada no Diário Oficial da União de hoje.

Estão na lista oito municípios de Santa Catarina, por causa de inundações, enxurradas e chuvas intensas. São eles Agronômica, Arabutã, Coronel Freitas, Ipumirim, Nova Itaberaba, Paial, Palmitos e Xavantina.

Da Bahia, são quatro municípios, todos atingidos pela seca: Chorrochó, Iaçu, Indaiabira e Matina.

Dois municípios são do Pará, ambos por motivo de inundações: Prainha e Terra Santa.

Há, ainda, o município de Inimutaba, em Minas Gerais, que sofre com granizos.

Conforme o Ministério da Integração Nacional, situação de emergência é uma situação anormal, decretada em razão de desastre que, embora não excedendo a capacidade inicial de resposta do município ou do Estado atingido, requer auxílio complementar do Estado ou da União para as ações de socorro e de recuperação.

Estado de calamidade pública em Presidente Getúlio

Em outra portaria, o governo reconheceu hoje estado de calamidade pública no município de Presidente Getúlio, na região do no Alto Vale do Itajaí, em Santa Catarina. A localidade, a 220 quilômetros de Florianópolis, foi atingida por fortes enxurradas.

Calamidade pública representa uma situação anormal, decretada em razão de desastre, que em razão da magnitude dos danos requer auxílio direto e imediato do Estado ou da União para as ações de socorro e de recuperação.