NOTÍCIAS
01/08/2014 11:24 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Eleições 2014: pesquisa Ibope por Estado não favorece Dilma Rousseff em SP e MG

Rafael Belzunces/Estadão Conteúdo

Dados da pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (31) mostram desvantagem de Dilma Rousseff (PT) nos dois maiores colégios eleitorais do Brasil: São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Os números de abrangência nacional ainda não foram divulgados.

Em São Paulo, a candidata tem 30% das intenções de voto, seguida por 25% de Aécio Neves (PSDB) e 6% de Eduardo Campos (PSB). Dessa forma, a petista e o tucano podem estar tecnicamente empatados, dentro da margem de erro. No estado que representa 22,4% dos eleitores, Aécio tem o apoio do candidato a governador Geraldo Alckmin (PSDB), que conta com 50% das intenções de voto, segundo última pesquisa do Ibope.

Apesar da vantagem, o tucano ainda está atrás quando comparado a outros candidatos do PSDB nas eleições anteriores. De acordo com o jornal O Estado de São Paulo, em julho de 2010, José Serra aparecia com 44% das intenções de voto no estado. Em 2006, Geraldo Alckmin tinha 46%.

Em Minas Gerais, que conta com 10,7% dos eleitores, Aécio lidera com 41% das intenções de voto, na frente de Dilma (31%) e Campos (5%). O tucano governou o Estado por duas vezes e saiu com 90% de aprovação, segundo pesquisa Vox Populi/Fiemg. Os candidatos do PT e do PSDB ao governo mineiro estão tecnicamente empatados. Fernando Pimentel (PT) aparece com 25% e Pimenta da Veiga com 21%.

Já no Rio de Janeiro, terceiro estado em número de eleitores (8,5%), a petista está na frente. A presidente tem 35% das intenções de voto, contra 15% de Aécio e 5% de Campos. Na disputa ao governo do Estado, os apoiadores de Dilma, Anthony Garotinho (PR) e Marcello Crivella (PRB) levam vantagem, com 21% e 16%, respectivamente.

Além dos três maiores colégios eleitorais, o Ibope divulgou os números de Pernambuco, estado do candidato Eduardo Campos (PSB). Lá, Dilma e Campos estão empatados. A petista tem 41%, à frente dos 37% de Campos. Aécio vem atrás, com 6%. O Estado representa 4,4% dos votantes. Em 2010, Dilma venceu o segundo turno das eleições presidenciais com 75,6% dos votos em Pernambuco, de acordo com o jornal Folha de S.Paulo.

A pesquisa foi realizadas entre os dias 26 e 18 de julho e tem margem de erro de dois pontos percentuais. Na última pesquisa de abrangência nacional do Ibope, divulgada no dia 22 de julho, Dilma tinha 38% das intenções de voto, seguida por 22% do Aécio Neves e 8% de Eduardo Campos.