NOTÍCIAS
29/07/2014 16:36 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

5 trabalhos criativos que você se beneficiaria de experimentar (mesmo que não seja bom neles)

David Jakle via Getty Images

Quando foi a última vez que você mergulhou num projeto criativo sem ambições ou inibições quanto ao resultado? Ninguém disse que você precisa ser um Van Gogh ou uma Beyoncé para ser artista (mas seria ótimo se fosse, não?). Na verdade, basta fazer qualquer atividade artística para mergulhar num estado mental de alegria, sem estresse. Quer dar asas a seu lado criativo e elevar seu bem-estar? Experimente uma dessas atividades. Mesmo que seja péssimo nelas, vai sentir todos os benefícios.

Solte a voz em um karaokê.

Na próxima vez que seus amigos pedirem que você cante "Don't Stop Believing" no karaokê local, atenda os pedidos! Cantar libera endorfinas no corpo (as endorfinas são aquelas substâncias químicas que promovem bem-estar e que também são produzidas com uma boa sessão de malhação). E já foi cientificamente comprovado que cantar ajuda a reduzir a ansiedade e o estresse e elevar o astral. É hora de aquecer essas cordas vocais!

Crie algum projeto novo para sua casa.

Não há nada como completar um trabalho manual. Mesmo que suas mãos não sejam firmes e seus olhos não sejam treinados para criar algo primoroso (lembrete: nada de usar aquela tinta que cria bolinhas!), mexer com o projeto vai lhe render mais que uma nova guirlanda para a porta ou algo assim. Fazer trabalhos manuais pode reduzir o estresse, aumentar os níveis de felicidade e, segundo a CNN, até proteger o cérebro dos danos decorrentes do envelhecimento.

Pinte uma imagem do ambiente em volta.

Pablo Picasso certa vez descreveu a pintura como “nada mais que outra maneira de escrever um diário”. O objetivo do trabalho é expressar-se através da cor. Fazendo isso, você também estará beneficiando seu bem-estar físico e emocional. A arte da pintura pode promover o desenvolvimento do autoconceito, ajudar as crianças a aprimorar suas habilidades motoras finas e até aumentar a capacidade do cérebro de integrar o pensamento criativo em algo concreto, segundo a Universidade Stanford.

Experimente fazer tricô.

Quando você começa a tecer padrões elaborados através do tricô, seu cérebro mergulha num estado de fluxo semelhante ao que é conseguido com a meditação. Isso, somado às propriedades redutoras de estresse que acompanham o simples ato de fazer um trabalho manual, a fará relaxar em pouco tempo (sem falar em lhe render um cachecol novo em algumas semanas).

Ponha seus pensamentos no papel.

Colocar seus pensamentos no papel pode ser uma ferramenta poderosa de transformação, mesmo que você pense que não é bom nisso. Já está comprovado que escrever ajuda a acelerar a cura emocional, a melhorar a qualidade do sono e reduzir os níveis de estresse. Anotar as coisas pelas quais você sente gratidão também pode ajudá-lo a adotar uma visão mais otimista da vida. Comece a procurar aquele caderno!