NOTÍCIAS
25/07/2014 09:25 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Avião desaparecido caiu no Mali e todos os 118 passageiros morreram, diz França (VÍDEO)

Por Chine Labbé PARIS (Reuters) - O mau tempo foi provavelmente a causa da queda do voo da Air Algerie no Mali, no oeste da África, no qual morreram todas as 116 pessoas a bordo, disseram autoridades

ASSOCIATED PRESS
This photo provided Friday July 25, 2014 by the French army shows soldiers at the site of the plane crash in Mali. French soldiers secured a black box from the Air Algerie wreckage site in a desolate region of restive northern Mali on Friday, the French president said. Terrorism hasn't been ruled out as a cause, although officials say the most likely reason for the catastrophe that killed all onboard is bad weather. At least 116 people were killed in Thursday's disaster, nearly half of whom were French. (AP Photo/ECPAD)

Em discurso à imprensa, nesta sexta-feira (25), o presidente francês François Hollande afirmou que nenhum passageiro sobreviveu à queda do avião da Air Algerie, que aconteceu ontem no Mali (oeste da África). Segundo o chefe de Estado, o número de pessoas a bordo era 118, e não 116 como anteriormente divulgado. Entre os passageiros, havia 51 franceses.

A TV francesa France 2 divulgou um vídeo filmado por soldados de Burkina Faso, que mostra restos de fuselagem espalhados em uma região desértica.

Investigadores no local do desastre concluíram que o avião, que partiu de Burkina Fasso em direção à Argélia, se partiu ao ir de encontro ao solo, sugerindo ser improvável um atentado. Apontaram o mau tempo como provável causa da queda da aeronave. "Há teorias, especialmente o tempo, mas nós não estamos excluindo nenhuma teoria", disse o presidente Hollande.

Nesta manhã, o Exército Francês divulgou as primeiras fotos dos escombros. Veja abaixo:

Galeria de Fotos Avião da Air Algerie cai no Mali e mata 118 Veja Fotos

"Soldados franceses que estão na área começaram a investigação. Infelizmente não há sobreviventes", afirmou Hollande. Ele acrescentou que uma das caixas-pretas já foi encontrada e deve ser analisada em breve.

A área da queda, na região norte do Mali, na África, está sendo protegida por 100 soldados e 30 veículos do exército francês. As informações são da agência Reuters.

Entenda o caso

O voo AH5017 partiu de Burkina Fasso em direção à Argélia por volta de 1h desta quinta (22h em Brasília). Cerca de 50 minutos depois da decolagem, autoridades de aviação perderam o contato com a aeronave, logo após o piloto pedir alteração de rota por causa do mau tempo.

À Reuters, autoridades de Burkina Fasso disseram que no avião havia 51 franceses, 27 naturais de Burkina Fasso, oito libaneses, seis argelinos, cinco canadenses, quatro alemães, dois naturais de Luxemburgo, um camaronês, um belga, um egípcio, um ucraniano, um suíço, um nigeriano e um malinês.

LEIA TAMBÉM

- Desastres aéreos de 2014 já mataram mais que em 2013 e 2012 somados

- Avião desaparecido caiu, diz agência de aviação da Argélia

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost