NOTÍCIAS
24/07/2014 10:51 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Avião da Air Algerie cai entre Burkina Faso e Argel com 116 a bordo

ASSOCIATED PRESS
French policemen surround an Air Algerie passenger plane checking a luggage compartment on the tarmac of the suburban Roissy Charles de Gaulle airport Saturday April 26, 1997. Air Algerie, Algeria's national carrier, resumed flights Friday to Paris after a two-year hiatus instigated by French security concerns and prolonged by bickering on both sides. Flights were suspended in the summer of 1995, months after a highjacking of an Air France plane by Muslim militants waging an insurgency in Algeria since 1992.(AP Photo/Jacques Brinon)

O avião da Air Algerie que havia desaparecido enquanto voava de Burkina Faso para Argel caiu, disse um representante da Agência Argelina de Aviação à agência Reuters. Ainda não há mais detalhes. A informação não foi confirmada.

O avião sumiu durante a noite no noroeste da África, como informa reportagem da Folha de S.Paulo.

Segundo a Associated Press, a aeronave era operada pela empresa Air Algerie, e carregava 116 passageiros, além de 6 tripulantes.

As autoridades locais perderam contato com o voo AH5017 uma hora depois de o avião decolar de Ugadugu, em Burkina Fasso, à 1h17 (horário local) em direção à capital da Argélia, Argel. Um mapa elaborado pela France Press mostra a trajetória:

De acordo com o ministro dos Transportes de Burkina Fasso, o voo da Air Algerie pediu para mudar de rota à 1h38 GMT (22h38 em Brasília) por causa de uma tempestade de areia. Imagem de satélite revela que de fato o clima estava agitado na rota do avião.

Segundo a Associated Press, no avião havia 51 franceses, 27 naturais de Burkina Faso, oito libaneses, seis argelinos, cinco canadenses, quatro alemães, dois naturais de Luxemburgo, um suíço, um belga, um egípcio, um ucraniano, um nigeriano, um camaronês e um malinês. Todos os seis tripulantes eram espanhóis.

O diretor da Agência Nacional da Aviação Civil do Mali, Issa Saly Maiga, disse à Reuters que uma operação de busca do avião estava em andamento. "Nós não sabemos se o avião está em território malinês", disse. "Autoridades da aviação estão sendo mobilizadas em todos os países relacionados ao caso: Burkina Fasso, Mali, Níger, Argélia e mesmo a Espanha.'

Trata-se do terceiro incidente envolvendo aviões civis em uma semana. Na quinta passada (17), uma aeronave civil da Malaysia Airlines caiu no leste da Ucrânia, deflagrando uma série de acusações de que rebeldes teriam-na derrubado com um míssil terra-ar.

Ontem (23), outro acidente aéreo em Taiwan matou ao menos 47 pessoas.

Eleições nos EUA
As últimas pesquisas, notícias e análises sobre a disputa presidencial em 2020, pela equipe do HuffPost