NOTÍCIAS
23/07/2014 17:54 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:43 -02

Dunga chama Taffarel e "assistente pontual" para formar comissão técnica da Seleção

SÃO PAULO (Reuters) - O técnico da seleção brasileira, Dunga, e o coordenador Gilmar Rinaldi anunciaram nesta quarta-feira a nova comissão técnica do Brasil, que inclui Taffarel como treinador de

Thomas Kienzle/AP

O técnico da seleção brasileira, Dunga, e o coordenador Gilmar Rinaldi anunciaram nesta quarta-feira (23) a nova comissão técnica do Brasil, que inclui Taffarel como treinador de goleiros e um "assistente pontual", que será Mauro Silva nos amistosos de setembro.

Dunga, Rinaldi, Taffarel e Mauro Silva foram campeões mundiais com a seleção brasileira na Copa de 1994, nos Estados Unidos.

Segundo Rinaldi, a ideia do assistente pontual é que ele ajude em determinadas viagens e períodos. Para os primeiros amistosos da nova comissão, marcados para o início de setembro, nos Estados Unidos, contra Colômbia e Equador, Mauro Silva foi convidado para a função.

O objetivo, disse o coordenador da seleção, é que os assistentes "tragam espírito de vencedor".

LEIA TAMBÉM

- Novo técnico da Seleção, Dunga aposta em planejamento e equilíbrio emocional dos jogadores

- Dunga e o Padrão CBF

- CBF confirma Gallo no comando do Brasil na Olimpíada

"Eles estão lá para serem nossos críticos. Esperamos que nos ajudem a trazer resultados imediatos", disse Rinaldi em vídeo no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O assistente técnico de Dunga será Andrey Lopes, que trabalhou com o treinador no Internacional.

Outros integrantes da comissão anunciados foram o preparador físico Fábio Mahseredjian, o médico Rodrigo Lasmar, o fisioterapeuta Odir de Souza, o administrador Guilherme Ribeiro, o assessor de imprensa Vinícius de Oliveira Rodrigues, o analista de desempenho tático Fernando Rodrigues Alves, o chefe de segurança Moacyr Alcoforado Júnior, o massagista Sérgio Luis de Oliveira e os roupeiros Manuel Carvalho de Souza e Waldecir Leandro do Nascimento.