NOTÍCIAS
03/07/2014 19:16 -03 | Atualizado 26/01/2017 21:35 -02

Agora sim! Shakira, Ivete Sangalo, Alexandre Pires e muita festa para o encerramento da Copa 2014

Divulgação

A cantora colombiana Shakira será a estrela da cerimônia de encerramento da Copa do Mundo 2014, anunciou a Fifa na noite de ontem. A cerimônia será no dia 13 de julho, no estádio do Maracanã, a partir das 14:20. Em seguida, ocorre o jogo pela final da Copa.

Em companhia de Carlinhos Brown, Shakira cantará La La La (Brazil 2014). A música está no álbum da Copa e acabou deixando em segundo plano a canção oficial, We are one, de Pitbull, Jennifer Lopez e Claudia Leitte. We are one foi amplamente criticada desde seu lançamento.

La La La (Brasil 2014) é o terceiro hino de Copas do Mundo interpretado por Shakira. Em 2006, na Copa da Alemanha, Hips Don’t Lie oi eleito hino extraoficial; quatro anos depois, na Copa da África do Sul, o hit Waka Waka foi a canção oficial.

No Facebook, Shakira comentou sua participação:

Obrigado pelo incrível apoio de vocês para a música La La La/Dare. Eu vou cantá-la na cerimônia de encerramento [da Copa do Mundo] no Brasil e vocês me fizeram chegar lá!

Além de Shakira e Carlinhos Brown, a festa terá o guitarrista mexicano Carlos Santana, o rapper haitiano-americano Wyclef Jean e o cantor brasileiro Alexandre Pires. Juntos, eles interpretam a música "We will find a way".

Ivete Sangalo também se apresentará, mas não foram divulgados detalhes. A cantora se pronunciou apenas no Instagram.

Outro destaque será o grupo de percussão da escola de samba Acadêmicos do Grande Rio. A escola de samba levará 200 integrantes, sendo 100 da bateria e 100 fantasiados. De acordo com a Folha de S.Paulo, nenhum cachê será pago e a coreografia será idealizada pela belga Daphné Cornez, a mesma responsável fela festa de abertura que muitos consideraram um fiasco. Vixe.

Esta é a terceira vez que Shakira se apresenta numa Copa do Mundo — feito inédito entre artistas. Em 2010, o hit oficial foi "Waka Waka"; quatro anos antes, na Copa da Alemanha, foi a vez de "Hips don't lie".